A Importância da Previsão de Vendas na Logística

Ricardo Carmelito,
          Atualmente as empresas buscam trabalhar com o menor estoque possível. O processo é puxado pelo cliente, e não mais empurrado como acontecia antes e que acarretava imensos estoques e pouca agilidade. Esse novo processo vem se aprimorando por meio da logística, onde o fluxo de informações parte do cliente e das previsões de demanda.

           Para um perfeito funcionamento do sistema produtivo, a previsão de vendas é fundamental, é o ponto de partida na cadeia de abastecimento para que as atividades necessárias ao processo industrial sejam adequadamente programadas. Essas previsões são insumos fundamentais para o planejamento da produção.

          Embora as previsões sejam de fundamental importância para o planejamento das atividades, e no fornecimento de informações futuras aos gerentes, elas apresentam erros em suas estimativas, ou seja, não são perfeitas. É de extrema importância para os gerentes, estabelecer uma prática de revisão freqüente dessas previsões e aprender a viver com suas imprecisões.

          Define-se previsão como o processo metodológico para a determinação de dados futuros baseado em modelos estatísticos, matemáticos, ou econométricos, ou ainda, em modelos subjetivos apoiados em uma metodologia de trabalho clara e previamente definida. Ao contrario, entretanto, a definição dada para a determinação de dados futuros sem uma metodologia de trabalho clara e baseada em dados completamente subjetivos é uma “predição”.

         Em muitos casos a demanda pode ser dividida em cinco componentes: demanda média para o período, tendência, influência sazonais, elementos cíclicos e variação aleatória.

          Em relação aos tipos de previsão, são apresentados três tipos: técnicas qualitativas, análise de séries temporais e modelos causais.

           As técnicas qualitativas são subjetivas e são baseadas em opiniões, tais técnicas são utilizadas principalmente quando não existem dados disponíveis. A análise de séries temporais, parte do pressuposto de que dados relacionados com a demanda do passado podem ser utilizados para prever a demanda futura, são geralmente utilizadas para previsões de curto prazo. Já o modelo causal é utilizado para previsões de longo prazo e relacionam demanda com um fator fundamental diferente de tempo, como fatores ambientais em uma relação de causa e efeito.

         A previsão de demanda é fundamental para qualquer planejamento, sem ela, de nada adianta uma excelente estrutura logística, o que vale é a qualidade da informação.

       É uma visão que precisa ser desenvolvida pelos profissionais de vendas. Muitas vezes os problemas que a logística enfrenta no atraso da entrega das mercadorias advêm de falhas no inicio do processo, na colocação de pedido e nas previsões.

 
Ricardo Carmelito
Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: abastecimento cadeia de logistica previsao vendas