Mais comentada

Anunciar não é vender

A importância do planejamento estratégico para o sucesso de campanhas publicitárias e aumento das vendas.

A propaganda estimula e o seu colaborador concretiza a venda. Este processo parece ser óbvio, não é mesmo? Mas creiam, esta não é a realidade que se encontra na grande maioria das empresas. Muitos empresários, ainda não perceberam que estes dois setores precisam de atenção especial. Isso significa que para aumentar o seu faturamento, é preciso que se pense o processo de “dentro para fora” de sua empresa, ou seja, primeiro “arrume a casa” para depois “chamar a visita”. Não esqueça, se você não está pensando a sua empresa desta forma, pode ser essa a origem do processo da sua frustração quando analisa as planilhas mensais de vendas.

Mas esse assunto é polêmico e merece uma análise mais aprofundada. Primeiramente, é preciso ter consciência de que anunciar não significa necessariamente vender. O aumento do faturamento, tão desejado por todos, virá se você anunciar bem e vender bem.

Então, o que significa anunciar bem? A esse respeito, defendo a tese de que o sucesso da campanha publicitária ou da produção da identidade visual da sua empresa vai depender do grau de interação e das experiências adquiridas através da vivência que o comunicador tem (ou teve) com a diretoria, colaboradores e com os processos internos geridos pelos departamentos. Parece óbvio que quanto maior o envolvimento do publicitário com o dia a dia da empresa, maior a possibilidade de desenvolver uma campanha eficaz, não é mesmo?

O que significa vender bem? A arte da venda que gera lucratividade depende do perfil e do treinamento que é feito com os colaboradores. Vender bem, significa fazer uma ótima abordagem ao cliente; desenvolver uma boa pesquisa durante a abordagem para descobrir o que ele realmente busca; proporcionar uma excelente experiência com o produto ou serviço que está oferecendo; ter habilidade de negociação para evitar que algo atrapalhe o processo; ter a sensibilidade para sentir o momento de ser pragmático e fechar a venda; e construir uma relação de interação com o cliente após a venda ser efetivada.

Sendo assim, a última coisa que se deve fazer é contratar colaboradores por sua disponibilidade. É preciso levar em consideração o perfil que se quer. Pessoas que não tem perfil ou que não foram devidamente treinadas, não venderão bem e se tornarão um custo bem expressivo todos os meses. Portanto, seu vendedor deverá ser pensado como um investimento.

Mas, por outro lado, é importante ressaltar que é quase impossível na atualidade pensar em crescimento e aumento de faturamento se a sua empresa ainda não tiver um planejamento estratégico, pois este, é o documento norteador de todas as ações. Com ele, todos sabem para onde ir e como ir. Inclusive as campanhas publicitárias e o seu departamento comercial.

O processo de diagnóstico de problemas e potencialidades, resultado do planejamento, precisa ANTECEDER a campanha publicitária, pois é neste momento que importantes informações e dados poderão surgir para que a agência de publicidade tenha melhores condições de desenvolver uma comunicação com taxa de risco de INSUCESSO menor.

Sem planejamento, não há condição de prever momentos conturbados e muito menos de explorar contextos promissores. Sem ele o seu negócio fica em estado vegetativo e as empresas planejadas EVOLUEM e CRESCEM.

Para investir de forma mais assertiva e segura no seu negócio, “arrume a casa”, planeje as ações para que elas sejam eficazes. Se não fizer isso, em pouco tempo verás o seu mercado sendo ocupado por um bom planejamento.

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: Faturamento Planejamento Publicidade

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração