Colaborador motivado, organização de sucesso

A empresa que tem seu gestor motivado vai além do proposto; a empresa que tem seus colaboradores motivados supera expectativas, uma organização motivada se torna imbatível

iStock

Num cenário de mercado tão competitivo ao qual vivenciamos hoje, só as organizações visionarias apostam em seu maior ativo, que são as pessoas. Investir no desenvolvimento e na motivação dos colaboradores no ambiente de trabalho é empurrar a empresa ao encontro do sucesso. Mas ainda há empresários que se privam, quando o assunto é alavancar o capital humano, muitos por medo de perdê-los para concorrência. Mas, e se não treinarmos, motivá-los e eles ficarem? Eis ai o questionamento que todos empresários devem fazer.

A motivação é um fenômeno que depende de numerosos fatores para existir, dentre eles, o cargo em si, ou seja, a tarefa que o indivíduo executa as características individuais e, por último, os resultados que este trabalho pode oferecer. Empresas que não compreendem este conceito, cometem inúmeros erros quando se propõe a motivar seus funcionários. Empregados desmotivados geram grandes perdas nas organizações, além de aumento de custos. Não basta bons salários, recorrer a premiações, pois as pessoas relutam em aceitar que esses fatores não tem o poder de motivar alguém.

Em meu primeiro emprego, com apenas um mês de trabalho já era um empregado desmotivado, mas de quem foi a culpa? Minha? Da empresa ou do gestor? Nesse caso afirmo que o fator de desmotivação era consequência da própria empresa, que tinha políticas equivocadas para gerir pessoas, que via as pessoas como máquinas e se vedava diante da mudança, estava presa no modelo de gestão arcaica. Os gestores por sua vez até tentava articular novas políticas, mas não eram atendidos. As consequências destas características eram alto índice de rotatividade de pessoal, custos com treinamentos dos novos recrutados, clima organizacional pesado, perda de produtividade entre outros problemas decorrentes.

A motivação para o trabalho, então, tem sido considerada por executivos e administradores um problema. As pessoas, por sua vez, também não chegam a perceber o significado daquilo que lhes é solicitado fazer no desenrolar das suas atividades profissionais. Assim acabam se enrolando, e as atividades da empresa deixam de ser prioritárias.

Como visto nas ações de grandes potencias do mercado, investir na motivação dos colaboradores vai alavancar seu empreendimento, fazer com que o mesmo vista a camisa da empresa, produza mais e encare os problemas da entidade, lado a lado com seu proprietário, assumindo uma postura de dono, querendo sempre que o negócio seja sinônimo de sucesso. A empresa que tem seu gestor motivado vai além do proposto; a empresa que tem seus colaboradores motivados supera expectativas, uma organização motivada se torna imbatível. E vocês pequenos e médios empresários vão ficar estagnados ou vão fazer da motivação humana a mola propulsora do seu sucesso empresarial?

“Qualquer atividade torna-se criativa e prazerosa quando quem a pratica se interessa por fazê-la bem feita, ou até melhor.” John Updike

Referências:

SILVA, Walmir da, RODIRGUES, Cláudia Cruz. Motivação nas organizações. Atlas, 08/2007. [Minha Biblioteca].

Bergamini, Cecília Whitaker. Motivação nas organizações, 6ª edição. Atlas, 05/2013. [Minha Biblioteca].

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)