Mais comentada

Como criar um gráfico de Pareto no Excel

Uma grande dificuldade no ambiente Corporativo é a transformação de dados em informação para a tomada de decisão. Dando sequência as publicações de Excel, neste post trabalharemos o “Gráfico de Pareto”.

Guilherme Guimarães,

Uma grande dificuldade no ambiente Corporativo é a transformação de dados em informação para a tomada de decisão. Dando sequência as publicações de Excel, neste post trabalharemos o “Gráfico de Pareto”.

Antes de qualquer coisa é necessário entender o conceito de Pareto, para isso, segue a definição:
“O diagrama de Pareto é um gráfico de barras que ordena as frequências das ocorrências, da maior para a menor, permitindo a priorização dos problemas, procurando levar a cabo o princípio de Pareto, isto é, há muitos problemas sem importância diante de outros mais graves. Sua maior utilidade é a de permitir uma fácil visualização e identificação das causas ou problemas mais importantes, possibilitando a concentração de esforços sobre os mesmos. É uma das sete ferramentas da qualidade.” (http://pt.wikipedia.org/wiki/Diagrama_de_Pareto)

“Princípio de Pareto: a Lei de Pareto (também conhecido como princípio 80-20), afirma que para muitos fenômenos, 80% das consequências advêm de 20% das causas. A lei foi sugerida por Joseph M. Juran, que deu o nome em honra ao economista italiano Vilfredo Pareto.

Exemplo : Uma livraria não pode ter todos os títulos do mercado, portanto ela aplica a regra de Pareto e foca em 20% dos títulos que geram 80% da receita.

• A maioria dos acidentes de carro ocorre em um número relativamente pequeno de cruzamentos, na faixa da esquerda em determinada hora do dia.
• A maioria dos acidentes fatais ocorre com jovens.
• Em vendas comissionadas, 20% dos vendedores ganharão mais de 80% das comissões.
• Estudos mostram que 20% dos clientes respondem por mais de 80% dos lucros de qualquer negócio.
• Menos de 20% das celebridades dominam mais de 80% da mídia, enquanto mais de 80% dos livros mais vendidos são de 20% dos autores.
• Mais de 80% das descobertas científicas são realizadas por 20% dos cientistas. Em cada época, são uns poucos especialistas celebres que fazem a maioria delas.
Entenda que o Princípio de Pareto ficou conhecido por esta relação 80/20 que mostra uma relação muito desproporcional, entre causa e efeito, mas com frequência existem quadros muito mais extremos, por exemplo:
• Os americanos representam menos de 5% da população mundial, mas consomem 50% da cocaína do planeta.
• De igual maneira, os americanos consomem 25% do petróleo produzido no mundo.
• Na Indonésia em 1985, os residentes chineses totalizavam menos de 3% da população, mas eram donos de 70% da riqueza do País.
• Nas Ilhas Maurícias, embora famílias francesas representem somente 5% da população, eles detêm 90% da riqueza local.

Estes números ilustram bem o que o Principio de Pareto deixa claro: que a realidade contraria nossa lógica, ou seja, não mostra o que esperamos, que seria uma relação de equilíbrio entre causas e resultados.” (http://pt.wikipedia.org/wiki/Princ%C3%ADpio_de_Pareto)

Diante das definições acima, vamos ao que nos interessa, a criação do tal gráfico.

Entender a criação do gráfico de Pareto no Excel não é algo extraordinário, porém é extremamente representativo.
Primeiramente precisamos entender o formato da tabela que gera o gráfico. Esta precisa ter as ocorrências, valores das ocorrências e a representatividade acumulada desses valores de ocorrência no total, conforme modelo abaixo:

PARETO 01

Com uma planilha estruturada no modelo acima, basta gerar o gráfico e seguir os procedimentos abaixo:
1 – Selecione o intervalo de dados para gerar o gráfico:

PARETO 02

2 – Clique na guia “Inserir” e m seguida selecione o primeiro gráfico de colunas 2D (O mais simples):

PARETO 03

Será criado o gráfico a seguir. Repare que as ocorrências foram ordenadas conforme a planilha e que os percentuais acumulados estão muito menores que os valores e por isso não aparecem no gráfico. Devemos transformar a serie de % acumulado de barras para linha e inseri-la no eixo secundário como mostrarei a seguir:

PARETO 04

3 – Clique na legenda do gráfico criado com o botão esquerdo do mouse e em seguida clique na série “% ACUMULADO” como segue:

PARETO 05

4 – clique com o botão direito em “% ACUMULADO” e selecione a opção a”Alterar tipo de gráfico”:

PARETO 06

Na tela seguinte, selecione o tipo de gráfico de linhas com marcadores:

PARETO 07

Repare como ficou o gráfico:

PARETO 08

5 – Clique com o botão esquerdo na linha de pontos que se formou no gráfico e em seguida clique com o botão direto do mouse e selecione a opção formatar série de dados:

PARETO 09

Em “Opções de série” selecione a opção “ Eixo Secundário” conforme abaixo e clique em fechar:

PARETO 10

PARETO 11

Pronto, está formado o gráfico de Pareto! Os próximos passos são apenas de formatação do gráfico. Caso tenha gostado do artigo e queira aprender sobre formatação de gráficos, deixe seu comentário aqui e quem sabe poderemos fazer um artigo sobre o tema.

PARETO 12

Até o próximo post!

Acesse a página de cursos SM3G: http://sm3g.com.br/site/agenda-de-cursos/


Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: Excel Gráfico de Pareto

Vagas de trabalho