Mais comentada

Como fazer um brainstorm produtivo?

Essa tempestade pode trazer ótimos resultados para as empresas

Reprodução/ iStock
Uma das tarefas essenciais da liderança é eliminar qualquer tipo de hierarquia em uma reunião de brainstorming, favorecendo todos os profissionais com a chance de apresentarem suas ideias

Na economia, ela é uma concorrência rara de fatores apontados pelo "profeta" Nouriel Roubini que pode ameaçar a estabilidade econômica global. Na natureza, foi um fenômeno climático secular que atingiu a costa leste dos Estados Unidos e do Canadá, com furacões e ondas de 10 metros, deixando um prejuízo de US$ 200 milhões e cerca de 30 mortos. Mas nos negócios, essa tempestade pode trazer ótimos resultados para as empresas: chama-se brainstorming.

Ao contrário das demais, ela não vem ao sabor dos ventos ou das circunstâncias. Em certa medida, pode ser provocada, canalizada e mensurada, servindo como um excelente instrumento de estímulo à criatividade, transformação, geração de ideias e de novas soluções para os problemas. "Sua importância é total, visto que além de apoiar no processo de surgimento de novas ideias, o brainstorming auxilia em diagnosticar como está a empresa ou os resultados de uma área", afirma Irina Bezzan, headhunter da CPIM Morson International Group do Brasil.

Enquanto isso, Fabiana Schaeffer, sócia-diretora da Netza, defende que o objetivo principal do brainstorming é "criar o maior número de ideias acerca de um tema previamente selecionado, mas também para identificar problemas no questionamento de causas ou para se fazer a análise da relação causa-efeito".

A técnica, apesar de ser disseminada na atual dinâmica dos negócios, já possui algumas décadas. O conceito foi elaborado em 1942 por Alex Faickney Osborn, executivo do segmento de publicidade e propaganda, no livro How to Think Up. Mesmo assim, o brainstorming encontra resistência nas organizações brasileiras e nos próprios profissionais, reticentes em apresentar ideias que possam ser ridicularizadas.

O processo

1. Investigação do problema
2. Reunião da equipe e das informações
3. Definição do foco
4. Interação
5. Inspiração
6. Geração de ideias
7. Integração ou agrupamento
8. Implementação
Medidas para solucionar

Evitar debates nas sessões de brainstorming – o objetivo é a apresentação da maior quantidade possível de ideias diferentes e estimular discussões de modo a mitigar a inibição.

Não desprezar nenhuma ideia – pelo mesmo motivo da medida anterior: se uma ideia for descartada logo de cara, os demais participantes naturalmente irão se sentir menos à vontade, e uma ótima ideia pode ser perdida.

Modificar ou recombinar ideias apresentadas – com a apresentação das ideias, outras novas podem surgir a partir das primeiras, a partir de uma junção. Essas ideias também devem ser apresentadas na dinâmica.

Igualdade de oportunidades – uma das tarefas essenciais da liderança é eliminar qualquer tipo de hierarquia em uma reunião de brainstorming, favorecendo todos os profissionais com a chance de apresentarem suas ideias, sem qualquer tipo de discriminação.

Fugir das análises – a apreciação crítica das ideias faz parte de uma etapa posterior, durante o seu teste de viabilidade. No brainstorming, o objetivo não é avaliar o conteúdo de forma crítica, mas buscar diferentes soluções para novos problemas.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(13)