Como formar uma equipe de sucesso e melhorar o resultado de sua empresa para 2018

Se você quer mais resultado de sua equipe, o investimento no potencial humano de seu negócio deve estar no orçamento deste novo ano.

Investir em pessoas traz resultados e por isso é importante falar sobre o capital humano. Antes de investir única e exclusivamente em máquinas, a empresa deve se lembrar que seus colaboradores são verdadeiras potências internas que podem não apenas melhorar os resultados do negócio, como triplicá-los, desde que sejam tomadas atitudes que os engajem.

Investir no capital humano significa dar treinamento e desenvolvimento, oferecer benefícios que façam com que o funcionário se sinta pertencente e importante pela administração do negócio. É o tipo de atitude, estratégia ou ação que faz com que a equipe vista definitivamente e com motivação a camisa da empresa e se lance integralmente a cada um de seus projetos.

“Mas, o que é capital humano, afinal de contas?”, você pode estar se perguntando. Capital humano, como o próprio nome sugere, está relacionado às pessoas, as suas capacidades, habilidades, conhecimentos e até mesmo experiências – a bagagem que cada uma delas tem.

Também fazem parte desse capital a criatividade, a iniciativa, a inovação e muitos outros sentimentos e atitudes que dizem respeito às pessoas que fazem parte da equipe de trabalho, e isso independentemente de em que área atuam.
Muitas empresas – diretores e gestores – preocupam-se constantemente em investir nas mais novas e modernas tecnologias que estão sendo lançadas, mas se esquecem completamente do potencial que já está dentro do ambiente interno do negócio e que não está sendo utilizado.

Você já parou para ouvir as ideias do seu colaborador? Sabe se ele tem algo a acrescentar, opinar ou simplesmente dizer sobre o processo de trabalho da empresa? Se suas respostas foram negativas, é bastante provável que o capital humano do seu negócio não esteja sendo devidamente utilizado e vale destacar que toda a empresa perde com isso. Perde porque deixa de explorar algo que já está à mão para investir em agentes externos ao empreendimento. Fazer a medição do clima organizacional através de pesquisas de satisfação, ajudará a mapear com precisão as habilidades a ser desenvolvidas nos processos de treinamento de sua equipe. Quem melhor do que o funcionário que trabalha diariamente em uma mesma rotina para apontar o que pode estar desmotivando e levando a equipe ao fracasso? Com certeza esse é o olhar mais dinâmico e menos sistêmico, por isso é importante investir em busca dessa opinião.

Dê sempre espaço para o colaborador e estimule-o continuamente a usar o seu potencial para aplicar na empresa. Valorize o capital humano e colha os melhores resultados exatamente naquilo que a empresa precisa: no dia a dia!

Afinal, os bons resultados se fazem cotidianamente, portanto, dar atenção e o devido cuidado aos investimentos voltados ao capital humano é tão essencial. Não deixe passar a oportunidade de melhorar a estrutura da empresa a partir de seu próprio pessoal. Mais do que um custo, ter bons funcionários e dar-lhes valor é o pontapé para formar uma equipe de sucesso.

Para você que deseja apoio para medir o clima organizacional de seu negócio, engajar e formar a sua equipe de sucesso e que está lendo este artigo aqui no portal administradores.com, vou te dar um presente. Para isso, envie uma mensagem para luana@helpyouassessoria.com.br solicitando uma consultoria estratégica para sua empresa de presente, assim entrarei em contato para agendar com você.

Sucesso!

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: clima organizacional desenv empresa equipes potencial humano resultados treinamento

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração