Mais comentada

Comunicação não é somente falar, e sim saber; o que e como falar.

A comunicação é parte indissociável de uma empresa que funciona alinhada, com planejamento e ritmo de trabalho claros e objetivos.A nossa comunicação na vida pessoal é de suma importância, em todos os aspectos. Não e por que estamos em casa que podemos falar de qualquer maneira com a nossa família.

Antônio Alves,

                                  " Palavra dita, não é recolhida"



Entretanto, para que os diversos canais de comunicação existentes sejam bem utilizados, a mensagem também dever ser transparente e direcionada. O mesmo ocorre no cantato pessoal entre os líderes e seus colaboradores.


Algumas frases polulares sobre a nossa comunicação:


"Quem fala demais dá milho para bode"

" Quem muito fala muito, muito erra"
"Nem sempre quem cala, conscente"
"Quem não se comunica se estrombica, frase do nosso famoso Chacrinha"

" Comunicação é a alma do negócio"

Em algumas situações desejamos falar muito, porém nem sempre isso é possível, principalmente no nosso ambiente de trabalho."Devemos engolir sempre um sapo para não perder a lagoa"

Muitas vezes falamos alguma coisa e nem sempre o nosso recptor entende, e lá vai a gente explicar," Não foi isso que eu queria dizer", ou "Você entendeu mal o que eu falei", e outras mais.
A nossa forma de comunicar é muito séria e dependendo do que falamos podemos transmitir ou não aquilo que realmente pensamos, dependendo do entendimento do nosso ouvinte.


Falar bem é um dom, que sempre estamos aprendendo e melhorando, portanto devemos falar:
Com calma, sem pressa, pausadamente, sem agreções, com objetividade, sendo sincero (o que nem sempre é possível, dependendo do momento), pensar antes de falar, etc....


Comunicamos sem parar e em todos os momentos, a partir da hora que
acordamos até o momento do nosso repouso merecido. No nosso ambiente de trabalho muita vezes não falamos o que desejamos e sim omitimos algumas informações por questão da nossa defesa ou sobrevivência. Porém sempre sendo responsáveis e cumprindo as metas e interesse das empresas.


*Renan de Simone, comenta com muita propriedade sobre esse tema muito importante na nossa vida não só profissional como também pessoal.


As liderenças das organizações têm a seu alcance diversos canais para comunicar, passar instruções, para a realização dos processos nos diversos setores da empresa e, muitas vezes, utilizam todos ao mesmo tempo.
Tal medida não é ruim, desde que observado o bom senso.


Muitas vezes os colaboradores reclamam que não sabem o que fazer por falta de instruções adequadas de suas lideranças, mas é verdade também que o oposto ocorre, ou seja os colaboradores se perdem nos processos pelo excesso de informações vindo da liderança.


Não se comunicar é extremamente prejudicial, mas "falar demais" , falar coisas sem pensar ou mesmo besteiras, também atrapalha, e os gestores precisam estar atentos a essa questão.

Ser transparente não significa falar tudo ao mesmo tempo, mas é ser objetivo, conciso e sóbrio, comunicando as informações importantes, certas e suficientes.


Quem trabalha, estuda ou estudou Comunicação sabe que, muitas vezes. "menos é mais", ou seja, informação em excesso tende mais a atrapalhar do que ajudar quem recebe. Nesse caso, quanto menos informação (desde que seja correta e direcionada) melhor.


Muito dessa questão tem a ver com a personalidade de cada um. Os gestores, por definição, são pessoas que precisam, na maioria das vezes, ser bons ouvintes. "O ótimo líder é também  aquele que sabe ouvir".
Entender situações da empresa, problemas de seus colaboradores, pequenas situações cotidianas.

Tudo isso exige alguém que saiba absorver tudo muito bem antes de falar.

Analisar cada caso e situação é fundamental. "Falar demais" pode indicar insegurança da parte do gestor. Insegurança em suas próprias atitudes ou em sua equipe.

Quando as coordenadas são repetidas e colocadas de maneira exaustiva, ou o gestor ainda não tem certeza de que aquela é a melhor forma de agir ou não confia o suficiente em sua equipe e quer detalhar tanto os processos que dá a entender que apenas ele pode resolver questões.

Além disso, ao se comunicar com o meio externo à empresa, falar demais pode indicar enrolação e tentativa de esconder problemas. Por isso, tome muito cuidado.


Transparência e comunicação aberta é uma coisa, mas exceder em transmitir coodernadas e explicações, e repetição exaustiva é outra completamente diferente.


Excesso de informações confunde a comunicação e o ciclo existente nesse sistema (Emissão, recepção, compreensão da mesagem e feedback) sofre uma falha, um ruído, um gap(ou seja, uma lacuna deixada nesse processo).


Tomar decisões, estar disponível, aberto para conversar, tirar dúvidas e utilizar de todos os meios disponíveis para se comunicar com os seus colaboradores e parceiros faz parte das competências dos dirigentes, assim com transmitir mensagens exatas, precisas e que permitam determinada liberdade de ação, para que os processos não se engessem dentro e fora da companhia como um todo.


* Renan De Simone, sócio da Moraes Mahlmeister Comunicação, é jornalista pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Apesar de falador assumido, profissionalmente dedica-se à arte de ouvir e traduzir expectativas e objetivos de lidernças e autoridades.

Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.