Consultoria um bom investimento

Se você achava que consultoria não era um bom investimento, veja como usá-la para desenvolver seu negócio.

Quando se fala em consultoria, muita gente franze a testa... Isso porque por muito tempo as empresas que prestaram este serviço não se ocuparam em fazer algo customizado e dentro da realidade do cliente e sim, em implantar técnicas aprovadas e que dão certo no mercado.

A experiência me mostrou que certo é aquilo que funciona para você e sua empresa. Depois de atender a vários clientes, tive a oportunidade de criar um modelo que eu chamo de Consultiva, que é a consultoria ativa. Ou seja, o cliente participa da experiência, assim como seus colaboradores.

Junto com outros parceiros, que têm mesmo princípio, pudemos aplicar este modelo no B2B, com resultados visíveis logo no primeiro trimestre. Isto motiva à mudança, pois sair da zona de conforto é difícil para qualquer pessoa.

Envolvemos toda a equipe, criamos processos, ferramentas, relatórios, métricas, aplicamos técnicas de criação e prototipação, de forma que os colaboradores pudessem co-criar a sua estratégia de sucesso.

Quando se envolve toda a empresa, dos sócios aos colaboradores, todos se tornam responsáveis pelo processo e pelos resultados e, principalmente, todos compreendem o propósito, o que gera engajamento.

Ninguém consegue vender algo que não acredita e que não possa ver os benefícios. A tendência natural do ser humano é sempre acreditar que a mudança vai lhe tirar algo, por isso é tão importante o envolvimento de todos.

Trabalhar a Consultoria empresarial é algo complexo, pois não é tangível no primeiro momento e normalmente gera desconfiança da equipe quando vê pessoas "estranhas" entrando na empresa. Eu mesma já ouvi coisas do tipo: "bom, agora é esperar para ver quem será demitido".

Nosso primeiro passo é sempre conhecer e dar voz a todos os envolvidos, depois, uma apresentação a todos, do que faremos, quanto tempo ficaremos, quais os objetivos a serem atingidos, que melhorias desejamos e pedimos a colaboração de todos.

O mais importante é ensinar, mostrar caminhos e deixar um legado para que as empresas se desenvolvam, se profissionalizem, dentro da sua realidade, tempo e recursos. Desta forma não criamos dependentes e sim multiplicadores e isso é o que impulsiona o crescimento e o constante aprimoramento.

Confira abaixo os 10 requisitos mais importantes que uma consultoria deve oferecer.

  1. Lavantar e analisar dados internos da empresa x mercado.
  2. Conversar com os funcionários, além dos heads.
  3. Fazer um cenário realista dos fatos.
  4. Apontar a causa, pois as consequências a empresa já conhece.
  5. Porpor soluções factíveis ao momento e recursos da empresa.
  6. Apresentar um planejamento com cronograma de realização e desembolso.
  7. Criar métricas.
  8. Acompanhar cada passo junto com o cliente para que as metas sejam atingidas.
  9. Engajar toda a equipe no novo modelo.
  10. Treinar um multiplicador na empresa para que o novo método se torna uma prática.

Quer saber mais? Fale comigo, me adicione à sua rede. Será um prazer desenvolvermos juntos um modelo de sucesso para o seu negócio.

Eunice Vitiello
www.imprenditore.com.br
eunice@imprenditore.com.br
Canal Gestão PME: https://bit.ly/2vyEeev
Facebook: https://www.facebook.com/ImprenditoreGestaoPME/
Curso Essencial de Gestão Empresarial & Organizacional: https://bit.ly/2IgVYkW
OWNER da Imprenditore | GESTÃO ESTRATÉGICA EMPRESARIAL

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: Canal Gestão PME co-criação consultoria Consultoria Empresarial Consultoria para empresas Estratégia Empresarial Gestão de empresas Gestão de negócios Mentoria para empresários Planejamento Empresarial