Mais comentada

Diga não aos imóveis

Ser imóvel não é um bom negócio. O seu negócio não pode permanecer parado, a mobilização é essencial. Aquilo que não se movimenta atrofia.

O princípio da Inércia nos ensina que um corpo em movimento tende a continuar em movimento e que um corpo parado tende a continuar parado, ao menos que uma força atue sobre ele.

Como a Inércia é uma lei, ela também faz valer sua força nos negócios e nos profissionais atuantes no mercado. Assim como na física, um negócio em movimento tem a tendência de se manter em movimento e um negócio parado tende a permanecer parado. O mesmo vale para os profissionais, um profissional em movimento tende a continuar em movimento e evolução, enquanto um profissional imóvel tende a permanecer imóvel, estacionado.

Negócios e empresas imóveis, é sobre isso que trataremos a seguir. Esse não é um texto sobre o mercado imobiliário.

Mercados mudam com frequência, intensidade e velocidade cada vez maior. Não é exagero dizer que o mundo mudou, através de novas tecnologias, novas ideias e novos comportamentos. Mudanças fazem parte do cotidiano corporativo, mas é importante ressaltar que as organizações também precisam mudar e se movimentar, para poder acompanhar o processo de amadurecimento e evolução do mercado.

A empresa que não muda e não se atualiza vai, cedo ou tarde, ser superada por empresas mais atualizadas e eficientes. Para o sucesso contínuo de uma organização é fundamental que exista um profundo sentimento de não acomodação, um inconformismo constante. Não é possível “dormir sobre os louros”, o bom (ou mau) resultado obtido anteriormente não garante nada no presente, muito menos no futuro. É preciso revisar as estratégias e práticas de gestão frequentemente, pois o mundo não é (nem nunca foi) estático.

Ser imóvel não é um bom negócio. O seu negócio não pode permanecer parado, a mobilização é essencial. Aquilo que não se movimenta atrofia.

É o movimento que mantém tudo vivo, o ser humano é um ótimo exemplo disso, é o pulsar do coração que faz com o que o sangue circule nas veias e artérias de uma pessoa, tornando-a viva, é o inspirar e expirar que faz com que os pulmões se encham de ar. Um coração que não bate é morto, um pulmão que não se movimenta é insuficiente. Funciona assim também com as empresas, um negócio que não se movimenta, morre ou vai definhando aos poucos.

Como na física, para que uma empresa se movimente é necessário que exista uma força capaz de movimentá-la. No cotidiano empresarial, chamamos essa força de propósito. O propósito deve ser o motor que impulsiona o negócio. Logicamente, um propósito fraco é o mesmo que um motor fraco, gerando pouca energia para movimentar o negócio e tirá-lo da imobilidade.

É preciso olhar e cuidar do negócio todos os dias, revisar os processos e repensar a estratégia, com elevado nível de profissionalismo. A mudança e a evolução são constantes, e não há como parar esse movimento. O seu negócio pode escolher se é atropelado pelas mudanças ou se resolve evoluir.

Movimente o seu negócio, não fique imóvel, faça algo por ele. Para construir algo relevante com empresas, produtos, serviços ou ideias, o movimento e iniciativas são fundamentais.

 

“Há uma força motriz mais poderosa que o vapor, a eletricidade e a energia atômica: a vontade.”


Albert Einstein

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: empreendedorismo estratégia imóveis motivação negócios