Empreendedorismo e o Ambiente de Negócios no Brasil

Eduardo Buys,
Empreendedorismo e o Ambiente de Negócios no Brasil

Com o título Empreendedores de Sucesso, Vinícius Mont Serrat, mais um amigo usuário do diHITT, elaborou uma lista no site Sucesso News -http://sucessonews.com.br - que vai ficar à mão, para navegação e pesquisa.

Quando o assunto é EMPREENDEDORISMO,
sempre me lembro daquela máxima:
- não sabendo que era impossível, foi lá e fez.


O Empreendedorismo é o vetor de todas as iniciativas do ser humano, de fazer, de construir sua história, de desbravar por novos caminhos e de inovar por soluções antes impensadas.
Ninguém duvida, e há pesquisas que comprovam, que o brasileiro tem o 'espírito empreendedor', ainda que seja uma abstração de difícil conceituação.

Construção do Brasil como Nação Próspera
Também não se conhece alguém que duvide da necessidade do Brasil em se construir como uma nação mais próspera, onde o resultado de suas potencialidades se transforme em riquezas e que o desenvolvimento alcance os níveis mais baixos da pirâmide social.
O atual cenário internacional favorece aos países como o nosso, visto que o mundo carece, como nunca, de alimentos e energia renovável.
Para operar todas estas frentes, o Brasil ainda precisará resolver sua carência de mão de obra especializada. Com tudo se encaixando e dando certo, nossa produção ainda pode sofrer um revés, com este verdadeiro 'apagão' de mão de obra, que já começa a aparecer nas pesquisas de emprego do IBGE.
Sim, já é um 'dever de casa' e tanto.

Ambiente de Negócios Hostil
Mas, o que mais incomoda, são os resultados de estudos de alcance mundial, feito por entidades internacionais reconhecidamente sérias, que apontam o Ambiente de Negócios do Brasil como sendo um dos piores do mundo.
Esta talvez seja a dificuldade mais perniciosa de todas, para o desafio de uma nação inteira, que precisa acabar com um entulho de leis, normas, procedimentos, regras e posturas, construído por gerações e gerações, culminando com uma hostilidade sem igual aos empreendimentos, com barreiras de toda a ordem, especialmente aos novos e pequenos.
Dos mencionados estudos, o mais recente é o Doing Business 2009, onde a posição do Brasil é de 128 em 181 países, uma situação nefasta não só para o presente, mas que significa o aniquilamento de muitos empreendedores e seus futuros empreendimentos, daqui para frente. Não muito mais que 50% das empresas ultrapassam dois anos de vida.

Brasil como Alternativa Mundial
Como que poderá persistir esta situação, em um pais que deseja se tornar uma alternativa a nível mundial?
Por isto, esta é minha provocação a tantos quantos se disponham a arregaçar as mangas e enfrentar este autêntico desafio. E, como estamos escrevendo, no campo das idéias, este é o meio perfeito para conscientizar mais e mais pessoas.
Já tivemos o apoio explicito do Leandro Vieira, do Administradores.com.br, um dos citados na lista, que reverberou o assunto por dentre seus aproximadamente 80.000 usuários (tenho que confirmar este número.

Eduardo Buys
Blog do Varejo
www.varejototal.zip.net

texto notíciado no diHITT
Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: empreendedorismo_ambiente_negocios_brasil