Estratégia: a compreensão da missão e dos objetivos da organização

Sem compreender a missão, os objetivos e a estratégia do empreendimento, os gestores não podem gerenciar, as organizações não podem ser desenhadas e os trabalhos gerenciais não podem ser produtivos

Cada uma das tarefas e dimensões da administração envolve suas próprias habilidades, suas próprias ferramentas, suas próprias exigências. Mas a tarefa da administração total exige interação dessas subtarefas, o que, por seu turno, demanda trabalho específico e ferramentas específicas. A ferramenta é a administração; e o trabalho é gerenciar gestores.

 

As tarefas - desempenho econômico; garantir a produtividade do trabalho e a capacidade de realização dos trabalhadores; gerenciar o impacto social e as responsabilidades sociais; e fazer tudo isso preservando o equilíbrio entre as demandas de hoje e as demandas de amanhã - são coisas que o público em geral tem interesse. O público não está preocupado com o que os gestores precisam fazer para realizar suas tarefas, e está apenas um pouco interessado nisso. O público, com razão, quer saber de desempenho.

 

Mas os gestores devem preocupar-se com os meios para realizar suas tarefas. Devem interessar-se pelo trabalho gerencial, pelo trabalho dos gerentes, com as habilidades necessárias e com a organização.

 

Qualquer texto sobre administração que não comece com as tarefas a serem executadas não compreende bem a administração, concebendo-a como algo em si, em vez de como meio para a obtenção de um fim. Não se dá conta de que a administração existe apenas em função do desempenho. Trata a administração como realidade independente, enquanto a administração é um órgão que extrai sua existência, sua identidade e sua justificativa da função que exerce. O foco deve ser nas tarefas.

 

Começar a análise da administração com o trabalho do gestor ou com a organização gerencial - como faz a maioria dos textos sobre administração - é a abordagem do tecnocrata, que logo degenera em burocrata. E, ainda por cima, é má tecnocracia. Pois, como será enfatizado reiteradamente neste texto, o trabalho da administração, o papel da administração e a organização da administração não são conceitos absolutos, mas, funções determinadas e formuladas pelas tarefas a serem executadas. "A estrutura segue a estratégia", esta é uma das ideias fundamentais desenvolvidas por Peter F. Drucker por vinte anos. Sem compreender a missão, os objetivos e a estratégia do empreendimento, os gestores não podem gerenciar, as organizações não podem ser desenhadas e os trabalhos gerenciais não podem ser produtivos. Outras informações podem ser obtidas no livro Pessoas e desempenhos, de autoria de Peter F. Drucker.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: drucker estratégia gama missão objetivo planejamento