Mais comentada

Função da empresa

A empresa não é apenas uma geradora de negócios e recursos, mas um laboratório para o crescimento humano.

Sergio Antonio,

Função da Empresa

Vamos fazer uma analogia profunda da real função de uma empresa na vida do ser humano:
Geralmente uma empresa começa como um pequeno negócio, negócio este que terá a finalidade de dar sustento ao seu criador. Por uma habilidade, trabalho, persistência e também pela vontade de seu dono, a mesma pode vir a ter um crescimento, saindo da posição apenas de sustento para se tornar uma forma de enriquecimento, e mais a frente um desdobramento gerando filiais. Seguindo neste raciocínio poderá haver um crescimento e até se tornar uma peça importante economicamente e até politicamente.
Até agora foi observado apenas o lado de que deu inicio a esta jornada, ou seja, a parte que compete ao dono do negócio.
Observando a outra parte que completa a empresa, estará a figura do empregado.
O empregado assim como o dono, tem uma importância muito grande para que ocorra a expansão da empresa. Ele também lucrará com este crescimento, assim terá certa garantia do seu sustento e de sua família. Este é um casamento perfeito se assim podemos dizer.
Mas será somente a riqueza do proprietário e o sustento do empregado a finalidade de uma empresa?
Não!
Quando ocorre esta união, existe também o progresso ou maturação interior de ambos os lados. Haverá o progresso nas áreas tecnológicas, comunicação, saúde, informação, meio ambiente, habitação, etc.
O homem evolui através do trabalho e este trabalho na realidade exige o aprimoramento humano, fazendo com que o homem se lance em objetivos mais ousados e criativos. O pano de fundo destas práticas será o resultado financeiro ou sobrevivência do negócio, mas se for olhado de um ponto mais alto e o desligamento do fator monetário, pode ser entendida que essa mecânica social faz com que tudo evolua no planeta. Este é o real escopo das empresas: Promover o avanço digno na raça humana.
É dentro das empresas, (podendo ser esta: privada, estatal, familiar, institucional, ou até o governamental) que as pessoas interagem, se socializam, se superam e crescem como indivíduos.
Geralmente uma pessoa passa mais tempo no convívio da empresa do que no convívio familiar, então se conclui que as empresas têm uma função nobre perante o Criador.
A empresa é uma organização aglutinadora de idéias e ideais. É um campo de prova para a capacidade humana e é um ambiente modelador.
Quanto maior for à consciência do empresário e do funcionário sobre este aspecto, maior equilíbrio haverá, e por tabela o crescimento será conseqüência.

Apesar das grandes unidades que se formam com aquisições no mundo global, ouso a dizer que não será apenas tamanho e o poder que perpetuará uma empresa, mas a união destes fatores associados ao equilíbrio e a justiça para com o todo.
Resumindo: as pessoas, as funções, o poder, empresas ou instituições passarão, mas a essência que é o resultado evolutivo se eternizará.

 

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Shopping