Liderança Situacional

Levy de queiroz,
     A liderança situacional é a relação entre a quantidade de orientação e direção que o líder oferece, acrescido da quantidade de apoio de comportamento de relacionamento e a análise do nível de maturidade dos subordinados no desempenho de uma tarefa, função ou objetivo específico. Este conceito auxilia as pessoas que tentam exercer a liderança, independentemente do seu papel, a serem mais eficazes em suas interações cotidianas com os outros. Oferece aos líderes maior compreensão de relação entre um estilo de liderança eficaz e o nível de maturidade dos seus liderados.

     A aplicabilidade da liderança situacional consiste em avaliar o nível de maturidade dos liderados e se comportar de acordo com o modelo. Na liderança situacional está implícita a idéia de que o líder deve ajudar os liderados a amadurecer até o ponto em que sejam capazes e estejam dispostos a executar suas ações. Esse desenvolvimento dos liderados deve ser realizado ajustando o seu comportamento de liderança.

     A liderança situacional sustenta que, para os liderados imaturos, é apropriada uma direção firme que esta relacionada ao comportamento de tarefa se quiser que eles se tornem produtivos. Quando os liderados atingirem altos níveis de maturidade, o líder deverá reduzir ainda mais o controle sobre suas atividades, mas também o apoio no comportamento de relacionamento, visto que com pessoas bem amadurecidas surge a necessidade da autonomia do grupo. Nesse estágio, uma das formas pelas quais os líderes podem demonstrar sua confiança em pessoas de alto nível de maturidade, consiste em deixá-las cada vez mais por sua própria conta. Isso não quer dizer que haja menos confiança mútua e amizade entre líder e liderado, pelo contrário, a confiança e a amizade são maiores ainda, mas o líder precisa adotar menos comportamento de apoio para provar isso.

     Independentemente do nível de maturidade de um indivíduo ou grupo, podem ocorrer algumas mudanças. Sempre que, por qualquer razão, o desempenho de um liderado começar a regredir e sua capacidade ou motivação diminuir, o líder deverá reavaliar o nível de maturidade a fim de dar apoio novamente no comportamento de relacionamento.

     Sendo assim, percebe-se que a liderança situacional é fundamental e funcional para o desempenho de qualquer líder, principalmente quando se analisa aqueles líderes voltados para empresas, onde os resultados alcançados são a consequência de todo processo eficaz da quantidade de orientação e direção que o líder oferece, acrescido da quantidade de apoio de comportamento de relacionamento e a análise do nível de maturidade dos subordinados no desempenho de uma tarefa, função ou objetivo específico.

     A liderança situacional é de fato aceita nas empresas, visto que os líderes conseguem criar diversos panoramas em diferentes situações, por fornecer informações úteis, além de ser uma ferramenta poderosa como parte de programas de treinamento em diversas organizações.

     Contudo, as empresas que dispõe de um planejamento conduzido por líderes eficazes, deverão utilizar a liderança situacional como forma de obter o equilíbrio de todas as situações vivenciadas pelos liderados, visando alcançar à satisfação de toda empresa.

Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.