Mais comentada

Marketing de Relacionamento

Não basta vender, tem que CONQUISTAR! Relacione-se; seja o seu melhor para o seu CLIENTE!

Roberto Wendhausen,
Marketing de Relacionamento

Relacionamento é a arte de fidelizar clientes saciando seus desejos cognitivos. Por tal motivo, o dom do relacionamento está diretamente ligado à capacidade do indivíduo de interpretar os anseios do seu parceiro de negócio (não gosto de chamar de cliente; acredito ser impessoal, e gosto de um relacionamento próximo e fiel). Relacionar-se é antes de tudo se colocar no lugar do "cliente" e sentir-se bem com o que lhe é oferecido, em todas as nuances, em qualquer negócio, em qualquer situação.

Em tempos atuais vivemos uma ebulição informacional absurda. Em todos os meios, em todos os campos, em todas as rodas nos deparamos com informações... informações... e informações... O nosso subconsciente é uma esponja, absorve tudo o que nos cerca mas, graças a Deus, existe um processo de filtragem bem criterioso pela máquina cérebro. O que é relevante para gente é o que fica, percepções diminutas e periféricas vão, mas ficam lá, no cantinho do inconsciente armazenadinhas, quando volta e meia pipocam em nossas mentes mesmo sem sabermos de onde saiu tal pensamento.

À mídia, seja impressa, online, mdooh (mídia digital out of home) ou qualquer outra é incumbida esta tarefa: trabalhar conceitos e comportamentos. Toda ação de marketing é balizada em diversas nuances e questões; desde o psicológico do consumidor à própria pirâmide de Maslow, que reza as necessidades humanas, em uma escala é óbvio, de interesse mercadológico.

Falo isso tudo para chegarmos ao ciclo, simples de entendimento, porém praticado por poucos, e que leva ao sucesso quando bem feito. É o ciclo do Relacionamento. Existem três letrinhas que aprendi na academia de administração que significam: Captar, Reter e Fidelizar. E hoje, ainda caberia uma quarta sem dúvida de errar, manter (pós venda) que é preponderante à boa relação, manutenção e crescimento de uma organização.

Todo esse ciclo é bem simples porém, difícil de executá-lo. Sentimos falta de mão de obra qualificada. O fato de captar através de ações de marketing, reter através de uma boa venda ou persuasão e "fidelizar" que já começa a tornar-se difícil, além do outro ponto citado acima, que é o pós venda, são o que pega; todos fazem as 2 primeiras tarefas talvez muito bem, entretanto, fidelizar e manter através de um pós venda efetivo, de acompanhamento, de atendimento das necessidades do cliente é onde as empresas pecam. Manter um profissional desse gabarito, não longe, tê-lo, é muito difícil. O profissional além de diversas competências e habilidades precisa alcançar o mais alto grau de entendimento do comportamento humano, que é a empatia com o seu cliente. Não é fácil, cada pessoa é uma pessoa, cada cabeça uma sentença. Porém, se conseguirmos completar as 4 letrinhas agora, captar, reter, fidelizar e fazer um bom pós venda, mantendo esse cliente fiel e satisfeito sempre, o que não custa muito em termos de contrapartida, teremos uma malha/rede exponencial que nos mostrará em curto prazo quão o Relacionamento é importante.

Não pense em seus clientes – parceiros de negócio – como meros indivíduos que compram seus produtos e vão embora para nunca mais voltar. Pensem na relação próxima que vocês poderão estabelecer a fim de se tornarem próximos, sendo quem sabe amigos ou criando uma relação de confiabilidade e credibilidade.

É isso pessoal, trabalhem muito o pós venda, exerçam o marketing 3.0, revejam seu Relacionamento e, façam tudo pelo seu cliente. Senão, o concorrente poderá fazê-lo, daí será tarde.

Administrador Roberto Wendhausen Portella.

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: kotler marketing marketing 3.0 marketing de relacionamento

Shopping