Mais comentada

Mudando hábitos

Para se alcançar objetivos é necessário, entre outras ações, estar disposto a mudar os hábitosl

Toda mudança de hábito requer perseverança. Poder-se-ia dizer que a perseverança é a arte de criar hábitos, pois, se perseveramos em algo, seja isso bom o ruim, isso se torna um hábito: poupar, planejar viagens, planejar passeios, beber, fumar, ser fiel, ser infiel, enfim, tudo o que você repete se torna um hábito.

Perseverar é persistir, continuar, seguir em direção ao Alvo.

Por isso, como já dito anteriormente, ter um Alvo é a principal base de desenvolvimento. Sem o Alvo, você pode ir para qualquer lugar, ou atirar suas flechas para qualquer lado.

Conhecendo-se o Alvo e procurando senti-lo ou sentir-se lá, imaginar-se lá, antevendo os benefícios de se chegar lá (parte motivadora), então, tomar as atitudes e decisões que te levem em direção ao Alvo.

Precisamos estar cientes que, qualquer mudança, significa troca, ou seja, deixar algo para conseguir algo, ou trade off como se diz no meio empresarial. É importante olhar as trocas como parte da mudança e não como perda. Trata-se de uma ação pensada, refletida e com a finalidade de se atingir um objetivo maior, que trará maior retorno à todos os envolvidos nessa troca.

Na questão financeira, qualquer mudança afeta vários personagens: na família a(o) esposa(o), os filhos, pais, etc.; na sociedade: os colaboradores pagos, os fornecedores, bancos, patrimônio, serviços que contratamos, bens que adquirimos, etc. Saliento que é importante ter em mente, sempre, o objetivo, o Alvo deve estar à vista.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: evolução hábitos