O comportamento das gerações Baby Boomers, X e Y e o reflexo na gestão de pessoas da empresa.

Entenda mais sobre os pontos e contrapontos dessas gerações e como lidar com os conflitos de ideias e de comportamentos no ambiente de trabalho que ocorrem por divergências de visões de cada perfil de geração.

Para clarificar o entendimento dos diferentes perfis, vamos conhecer as principais características de cada geração: A geração Baby Boomers são as pessoas nascidas entre os anos de 1940 a 1960. Nasceram no fim ou após a Segunda Guerra Mundial e foram educadas com muita disciplina e rigidez. Na visão profissional, demonstram lealdade e compromisso com a empresa e valorizam a ascensão profissional. A geração X é das pessoas nascidas entre 1960 e 1980, presenciaram fatos históricos importantes e foram marcados por movimentos revolucionários. Na visão profissional, essas pessoas valorizam o trabalho e a estabilidade financeira. Já a geração Y é composta pelas pessoas nascidas entre 1980 e 2000. Nasceram em um período de prosperidade econômica e acompanharam a evolução tecnológica. Na visão profissional, essa geração considera o trabalho uma fonte de satisfação e de aprendizado e buscam equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

No comparativo das três gerações é possível claramente perceber as diferenças no que se refere aos seguintes pontos:

▪Postura Profissional: os profissionais da geração Baby Boomers consideram o trabalho a sua principal prioridade. A geração X tem profissionais experientes e dedicados. Já os profissionais da geração Y possuem elevada autoestima e são comprometidos com os seus valores.

▪Posição na Empresa: os profissionais da geração Baby Boomers tem dificuldade de lidar com a perda de status e de poder. Os da geração X temem ser demitidos ou perder espaço para a geração Y. E os profissionais da geração Y são impulsivos, e enfrentam sem medo as posições de poder.

▪Relação com a Liderança: para os profissionais da geração Baby Boomers liderar é o mesmo que comandar e controlar. Os da geração X costumam valorizar competências quando assumem a liderança. Já os profissionais da geração Y com perfil “multitarefa” odeiam burocracia, controle e atividades rotineiras.

▪Foco no trabalho: os profissionais da geração Baby Boomers são competitivos e focam em resultados (lucro). Os da geração X são comprometidos com os objetivos da empresa. Já os profissionais da geração Y são fascinados por desafios e querem fazer tudo à sua maneira.

▪Qualidade de Vida: Os profissionais da geração Baby Boomers não se preocupam muito com a qualidade de vida. Os da geração X sabem equilibrar vida pessoal e profissional. Já os profissionais da geração Y gostam de ter flexibilidade e usar roupas informais.

▪Tecnologias: Os profissionais da geração Baby Boomers tem dificuldades com novidades tecnológicas. Os da geração X aprenderam a lidar com a tecnologia na adolescência. Já os profissionais da geração Y vivem em rede e são “nativos digitais”.

As gerações Baby Boomers, X e Y têm visões e valores diferentes o que pode gerar divergências entre a equipe. Elenco aqui cinco dicas de como lidar com esses conflitos:

1⃣ Entenda os diferentes estilos de trabalho: Os indivíduos da geração Baby Boomers não gostam de ser gerenciados em detalhes. Já os da geração Y preferem receber instruções específicas.

2⃣ Leve em conta os valores: A geração Baby Boomers tem espírito de equipe, a X prefere agir de forma isolada e a Y valoriza equipes abertas e honestas.

3⃣ Valoriza o melhor de cada geração: Quem faz parte da geração Baby Boomers pode ser um bom mentor. Já os profissionais da geração Y são úteis na hora de encontrar soluções criativas.

4⃣ Incentive o diálogo: Pessoas da geração Baby Boomers podem não gostar da informalidade dos indivíduos da geração Y. Estes podem se sentir incomodados se seus insights não forem valorizados.

5⃣ Busque pontos em comum e aprenda com os demais: Sabedoria é uma característica da geração Baby Boomers, a X aprecia a lealdade e a Y está atenta às tendências do mercado.

É possível fazer uma analogia deste impacto de geração com o sistema educação. Os professores da geração Baby Boomers e da geração X representavam extrema rigidez e autoridade em sala de aula, o ensino era levado muito mais a sério e os professores eram severos quando não respeitados pelos alunos. Os pais estavam sempre ao lado dos professores e os reverenciavam para os filhos. Analisando o cenário atual vemos que sistema educacional muito mudou com as novas gerações, que hoje inclui a Z. A forma de educar atual é mais humanizada, sem severidade e os professores precisam desenvolver a sensibilidade na percepção das necessidades de cada aluno.

Na mesma analogia, o modelo de gestão de pessoas também tem mudado drasticamente nas empresas. Nas gerações Baby Boomers e parte da X, a gestão das empresas era baseada no autoritarismo, centralização de poder, coações e punições, em outras palavras, existia um chefe que mandava e todos os funcionários deveriam obedecer e, caso não estivesse a contento, “era só passar no RH”. Ninguém tinha voz na empresa e não havia preocupação com o clima organizacional. Atualmente, permanecer com esta mesma ideologia torna o negócio insustentável. A geração Y (e a Z que está chegando) necessita de comunicação, feedbacks constantes, flexibilidade, habilidade e competência relacional, estilos de liderança que promovam o desenvolvimento dos colaboradores, além de um clima de trabalho em harmonia, motivador e que engaje a equipe na missão da empresa.

➡️E na sua empresa, qual é a geração predominante? Existe algum conflito de gerações?

Comente e compartilhe comigo!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: ambiente de trabalho clima organizacional comportamento conflito de gerações diferenças geração baby boomers geração X geração Y