Mais comentada

O poder da autoresponsabilidade

Seus resultados são reflexos das suas ações e escolhas.

Olá gestores, tudo bem?

Hoje eu quero trazer uma reflexão sobre o que e como realizamos, e isto é muito importante no ambiente corporativo cada vez mais competitivo e que pode afetar muito a produtividade de líderes e equipes.

Conquistas e resultados são reflexos das nossas escolhas.

De nada adianta querer algo se você não o persegue, não planeja, não define ações e não realiza o que foi definido.

O reflexo dos nossos resultados são provocados por nossas escolhas.

Que escolhas você teve hoje que te aproximou das suas metas e objetivos pessoais e profissionais?

O nome disso é autoresponsabilidade.

É muito comum os profissionais utilizarem como desculpa para o fracasso a questão de repassar ao outro situações e ações que deveriam ser realizadas por si próprio.

Tudo, ou quase tudo que acontece é culpa do outro. Será que isto está certo?

Onde está a autoresponsabilidade?

Este termo refere-se a capacidade de entender e assumir o controle sobre tudo que acontece de bom ou ruim com você.

Se algo deu certo, mérito é seu. Se algo deu errado, o mérito também é todo seu.

Quem erra, alcança e realiza tudo é você, não o outro.

Mas Thiago, e quando eu tenho que fazer algumas tarefas que dependem da realização de tarefas de outra pessoa? Qual a minha culpa nisso?

Vou ser sincero. Você também tem parte nisso.

Se uma atividade depende de outra, elas se completam. E você vai ficar só olhando a bomba estourar? Não vai fazer nada?

Experimente ir até o colega e perguntar que tipo de ajuda você pode oferecer.

Faça o teste e veja o que acontece. Você vai se surpreender.

Lembre-se sempre. Lidere primeiro a si mesmo para depois liderar outras pessoas.

Se gostou e fez sentido pra você. Curta este artigo e comente sua opinião.

Grande abraço!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: empreendedor empreendedorismo equipe gestão gestão de equipes liderança negócios produtividade resultados