Mais comentada

O real papel do novo administrador

As novas dinamicas comerciais globais ditam as regras deste novo jogo, o qual a mudança é necessária e essencial.

Lúcio Brandão,

O atual cenário global tem nos levado a vários questionamentos a respeito do papel do administrador neste novo milénio que se inicia. As mudanças organizacionais ocorrem com o mesmo dinamismo com que a sociedade muda radicalmente seus comportamentos diante de certas circunstâncias e a única certeza que temos é que a mudança vai ser constante.

O eixo central destas abordagens girava em torno da seguinte questão: quais as expectativas para os próximos anos em termos do ambiente de negócios, das novas configurações organizacionais e do perfil do gestor frente a estas transformações.

O administrador neste contexto terá que gerir estas mudanças de forma ordenada de tal forma que possa ter como resultado o aumento dos dividendos de uma determinada organização, dispondo de novos e antigos recursos visando para a efetivação dos objetivos organizacionais.

DIANTE DISSO, QUAIS SÃO AS FUNÇÕES BÁSICAS DO ADMINISTRADOR?

Planejar - visualizar um estado futuro e traçar um plano de ação.

Organizar - é o processo de arrumar os fluxos de homens e materiais de trabalho, para obter o máximo resultado comum mínimo de cada recurso utilizado (meio de estruturar a execução do plano).

Dirigir - realização dos planos através das pessoas.

Controlar - assegurar se tudo ocorre de acordo com o planejado, às ordens dadas e os princípios adotados.

Entretanto, nada disso será possível se o gestor organizacional não dispuser do total conhecimento da empresa, das rotinas administrativas que a sustentam, de forma que ele possa alocar os recursos necessários para a realização eficiente e eficazmente destas tarefas.

Esta estrutura de gestão é semelhante à adotada por algumas antigas empresas familiares, a qual a “gestão paternal” prevalecia. Porém, vivemos um momento de transição, de um capitalismo compadrio para uma gestão mais profissional, a qual laços familiares estão sendo substituídos por relações comerciais de longo e curto prazo, visando com elas obter o máximo de lucro possível.

DIANTE DISSO, QUAL A POSTURA QUE O ADMINISTRADOR DEVE TOMAR?

De acordo com Chiavenato (2003), o papel do administrador significa uma série de expectativas da organização a respeito do comportamento de uma pessoa.

Cada papel representa atividades que o administrador conduz para cumprir as funções de planejar, organizar, dirigir e controlar, sendo definidos como: papéis interpessoais, informacionais e decisórios.

Entretanto, vale aqui abrir um parêntese para uma questão chave na gestão organizacional, a relação interpessoal dentro da empresa, como o gestor é visto pelos seus colaboradores? Como estes funcionários se enxergam dentro desta organização?

Segundo Katz (1955), “o sucesso do administrador depende mais do seu desempenho e da maneira como lida com pessoas e situações do que de seus traços particulares de personalidade. Depende daquilo que ele consegue fazer e não daquilo que ele é”.

O desempenho dos funcionários em parte é responsabilidade do gestor, o qual irá alocar estes talentos estrategicamente dentro da empresa de forma que ele possa extrair deste colaborador as habilidades necessárias para a efetivação dos objetivos organizacionais.

O administrador deve pensar globalmente (ver o mundo) e agir localmente (atuar na empresa), se manter informado e anteceder os fatos que ocorrem fora da sua empresa, pois é lá que as determinantes iram ditar a ações intra-organizacionais. Somente assim o administrador pode conduzir sua empresa a uma situação melhor.

A responsabilidade da administração em nossa sociedade, segundo Drucker (1998), “é decisiva não só para a própria empresa, mas também para o prestígio, sucesso e posição do administrador, para o futuro do sistema econômico e social, e para a sobrevivência da empresa como uma instituição autônoma”.

Na verdade, o papel do administrador desse novo milénio vai além de uma simples supervisão de recursos e efetivação de tarefas, pois com as mudanças de contexto global, muda-se o jogo, as regras e possivelmente as estratégias. Essa será a única certeza que o gestor irá ter, sendo assim a adaptabilidade será o grande diferencial deste profissional, então mude...

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: administrador mudancas objetivos

Shopping