Mais comentada

Perseverar, o que é isso?

Zenaide Carvalho,

Perseverar, o que é isso?

“Você deve confiar em si mesmo.
Seja quem for que lhe diga
que você é incapaz, não acredite.“
(M.Taniguchi) 

     Li uma parábola certa vez e nunca mais esqueci. Passo a contar para vocês. Um dia, um velho e sábio índio foi procurado por um jovem guerreiro da tribo. Esse guerreiro era jovem e forte, porém ansioso. Como ainda estava começando sua vida de guerreiro e caçador, ficava ansioso pelos resultados nem sempre tão vitoriosos em sua vida. Ao ser procurado pelo jovem, que lhe contou de suas expectativas, o velho sábio lhe disse: “Dentro de mim existem dois lobos, um bom e outro mau e eles travam uma luta diariamente.” E o jovem guerreiro ansioso quis logo saber: “E quem ganha a luta?”, ao que o velho sábio respondeu: “Aquele que eu alimentar melhor naquele dia, aquele que estiver mais forte. Esse será o vencedor.”

     Esta parábola eu sempre lembro e falo sobre ela, pois é tradução perfeita das agruras que a maioria de nós vive diariamente. Como vencer a luta diária de nossas vidas? Como perseverar no bem, no bom?

     Quer seja com um projeto que está por vir – e a ansiedade de vê-lo (ou não) realizado nos aterroriza, quer seja por algo que já fizemos (ou não) e que não foi muito bem, que fracassou. Sim, há mais gente que desiste do que gente que fracassa.

     A parábola traduz o sentimento que ficamos quando esses infortúnios acontecem. Mas o que devemos fazer? Alimentar a desesperança e deixá-la vencer a luta diária ou perseverar? Ficar lamentando o que não deu certo ou levantar a cabeça e tocar a bola pra frente? Pode parecer difícil, em momentos que tudo dá pra trás ainda buscar forças para perseverar, não é mesmo? Todo ser humano já passou por isso.

     E é justamente nos momentos mais difíceis que devemos perseverar, acreditar e não cair em desespero. Devemos alimentar o lobo bom que há em nós. Diariamente. Devemos alimentar aquele sentimento positivo. Se não deu agora, dará mais adiante. Se não realizou agora, persevere. Confie. Mas não deixe de agir. Aja. Faça novamente. Refaça melhor.

     Busque interiormente as razões pelas quais o fracasso aconteceu. Mas não se prenda ao passado. O fracasso é temporário. Use-o somente para fazer diferente no futuro. E não pense que o futuro é distante. Comece agora, hoje, já, a fazer o amanhã. Trabalhe diferente, pense em novas soluções e coloque-as em prática.

     Não esmoreça. Alimente o lobo que será o vencedor da luta diária dentro de você. Seja otimista. Sorria. Persista, persevere. Para um corredor de rua, em uma maratona, as forças tendem a enfraquecer justamente quando está mais perto do fim, isso é normal. Mas aquele que cruza a reta final, embora cansado, é o que consegue se superar, realizar. Mesmo que não seja em primeiro lugar. Ao que retornou, não finalizou, não se desespere. Recomece a corrida, sempre é possível concluir em uma outra etapa. Os circuitos da vida são como os grandes campeonatos. Ganha aquele que participa mais e, mesmo com algumas derrotas, esforça-se por fazer melhor na próxima.

     Eu poderia citar vários exemplos de perseverantes vitoriosos. Mas sei que aí na sua casa, na sua família ou na sua empresa você conheça um. Mas quero que você pense em você, simplesmente pelo prazer de você saber que você pode, você tem o vencedor dentro de si. Basta alimentá-lo. Diariamente.

Até a semana que vem!

Zenaide Carvalho

Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: motivacao objetivos perseveranca