Mais comentada

Princípios de Liderança (O monge e o Executivo - James C. Hunter)

José Valter,

Os princípios de liderança de “O Monge e o Executivo”.

O autor James C. Hunter, nesta obra ressalta os princípios de liderança destacando alguns pontos culminantes sobre a mesma.
Como ele mesmo define, liderança é a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir objetivos comuns, inspirando confiança por meio da força do caráter.
Segundo ele, liderança tem a ver com caráter, uma vez que, se trata de fazer a coisa certa. Ele define liderança como sendo o posto de gerência, dizendo que gerência é o que fazemos e Liderança é o que somos.
Liderar é a capacidade de influenciar as pessoas para o bem, fazendo com estas contribuam com entusiasmo de preferência com o coração, a mente, a criatividade, a excelência e outros recursos. E se tornem as melhores que são capazes de ser.
Liderança não é sinônimo de gerência, mas sim de influência, influência esta que faz com as pessoas ajam de maneira melhor.
Hunter cita uma frase dita por um sábio general: “O primeiro passo de qualquer líder é criar novos líderes.”
Ele também diferencia PODER de AUTORIDADE, dizendo que poder é capacidade de obrigar os outros a fazer alguma coisa, diz ainda que poder, pode ser comprado e vendido, dado e retirado, mas autoridade não. Autoridade para ele é a capacidade ou habilidade de levar os outros a fazerem de bom grado sua vontade.
Com relação às empresas, disse ele que estas não existem para dar lucro, mas sim para atender as necessidades humanas.
Hunter traça alguns pontos cruciais para que possamos nos tornar um líder servidor. São eles:
RESPEITO: não é algo que você ganha quando se torna líder. O respeito é conquistado quando você é o líder.
ALTRUÍSMO: atender as necessidades das pessoas.
HONESTIDADE: não enganar ninguém.
COMPROMISSO: ser fiel à sua escolha.
PACIÊNCIA: ter paciência é demonstrar autocontrole.
GENTILIEZA: tratar os outros com cortesia.
HUMILDADE: demonstração de ausência de orgulho, arrogância ou pretensão; comportamento autêntico.
RESPEITO: tratar os outros com devida importância.
PERDÃO: deixar prá lá os ressentimentos.
As pessoas deverão acreditar no líder e confiar em suas palavras.
“Se você não acredita no mensageiro, não vai acreditar na mensagem.”
Um líder que usa poder para governar pessoas, logo perde seu posto. (e pode ter certeza que isso é fato).
Responsabilidade se resume em: REAÇÃO + CAPACIDADE.
Considerando todos os tópicos relatados no livro pelo autor, é preciso lembrar que, para que possamos nos tornar um líder servidor, é necessário primeiramente sermos líderes e para isso é necessário alguns fatores como; respeito, honestidade, gentileza, humildade, entre outros já citados anteriormente. Acima de tudo torna-se necessário uma mudança em nosso ser, isto é, se somos impacientes, devemos aprender a ter paciência, se somos descompromissados, devemos aprender a ser comprometidos e assim por diante, pois, se exigimos isso dos outros, é necessário que sejamos visto como exemplo dentro da Organização.
E sem perceber, ao tomarmos essas atitudes, automaticamente estamos servindo os outros, e se estamos servindo na posição de líder, logo somos um Líder servidor.

José Valter da Silva (todos os direitos reservados).

Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Vagas de trabalho