Mais comentada

Reflexão Estratégica: Construindo o Futuro do Seu Negócio

Necessidade de se realizar não apenas um Planejamento Estratégico mas uma Reflexão Estratégica

Estamos vivendo um novo ciclo na nossa economia que está impondo ajustes inevitáveis no mundo empresarial.

Cada empresa, sem exceção, qualquer que seja o seu tamanho ou tipo de negócio, precisa fazer uma Reflexão Estratégica sobre o seu futuro. Qual o rumo a seguir? Qual negócio devemos focar? Quais aqueles que seria melhor sair? Quais as oportunidades inexploradas no mercado? Quais competências precisamos adquirir? Como atingir melhores resultados? Temos um grau satisfatório de Eficiência Operacional? O nosso modelo de gestão, estrutura e perfil de pessoas que temos é o mais adequado para a estratégia que desejamos implementar? Enfim, quais as nossas prioridades para os próximos 2 ou 3 anos? Qual patamar desejamos estar em 2020?

Sempre gosto de dizer que essa “Reflexão Estratégica é uma espécie de “ante sala” do Planejamento Estratégico. Ou seja, antecede o planejamento estratégico, que acabou em muitas empresas virando um mero exercício de ajustes do orçamento para o ano que vem. O orçamento deve ser a ultima etapa e não o inicio, o ponto de partida do Planejamento estratégico. Estratégia não pode ser vista como uma projeção estatística do passado.

Nossas empresas sofreram muito nos últimos anos, imersas em uma situação com todos indicadores macroeconômicos nos afligindo - inflação elevada, juros exorbitantes, desemprego altíssimo, baixa de confiança dos investidores, receio dos consumidores, absurda estrutura de custos logísticos, tributários e financeiros. Mas já percebemos novos sinais que indicam um novo ciclo de estabilização e retomada do crescimento. Sua empresa está se preparando para isso ou vai ficar refém dos acontecimentos para só se reposicionar quando já for tarde?

Como se isso não fosse suficiente, o mundo todo está em reconfiguração. O mundo industrial virando um mundo de serviços; o mundo fixo ficando cada vez mais móvel; o mundo do tangível cedendo lugar ao intangível; clientes mais exigentes que nunca; o previsível se volatizando; aplicativos que destroem negócios tradicionais da noite para o dia.

Sua empresa vai aguardar os acontecimentos ou vai começar a pensar em soluções disruptivas (não apenas nos produtos ou na tecnologia, mas no modelo de negócios, na gestão de clientes, nos parceiros, na gestão de pessoas e de ativos) para se reinventar e garantir o seu futuro?

A Reflexão Estratégica é fundamental para alinhar e comprometer as pessoas relevantes com uma Visão de Futuro compartilhada. Aí, sim, uma vez tornadas claras e explicitas as convergências e o que precisa convergir, uma vez obtido um alto grau de alinhamento e compreensão do futuro do negocio, aí, as diferentes Unidades de negocio ou departamentos podem fazer o seu Planejamento Estratégico embasado nesse proposito comum.

Esse alinhamento precisa ocorrer em vários níveis:

entre os membros da Diretoria de uma empresa: nem sempre as visões são convergentes. Na maioria das vezes os dirigentes com a melhor das boas intenções remam o barco em direções diferentes. Resultado: desperdício e conflitos que poderiam ser evitados se tivessem a oportunidade de debater, conversar e alinhar perspectivas diferentes em torno de algo comum
internamente dentre os componentes de uma mesma Diretoria ou departamento
entre o Conselho de Adm e a Diretoria (se esse for o caso)
entre sócios: muitas vezes são fundos de investimento ou sócios minoritariso que estão em conflito ou desalinhados com o rumo da empresa
entre membros de uma família (nas empresas familiares) o que acaba criando brigas entre irmãos e entre ramos da família
A Reflexão estratégica bem-feita serve como um instrumento de dialogo construtivo, maximizando o aproveitamento e trazendo sinergia a pontos de vista diferentes.

Se você quer garantir o futuro da sua empresa, sugiro que se engaje em uma Reflexão Estratégica que possibilite a tomada de decisões corretas. Só assim você evitará ser atropelado por situações inesperadas ou indesejadas. Só assim você alinhará uma visão de futuro com as pessoas relevantes -- membros da equipe, investidores, sócios, instancias da governança da empresa. Só assim você aumentará a taxa de sucesso na Execução da Estratégia da sua empresa.

Mas não improvise. Siga uma disciplina e uma Metodologia adequada e inspiradora para formatar esse futuro de forma compartilhada e eficaz. Para isso criamos e temos utilizado com sucesso em diversas empresas de diferentes tamanhos, negócios e formatos a MRE - Metodologia de Reflexão Estratégica.

Sucesso, e rumo ao futuro...

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(2)
Tags: estratégia novo ciclo planejamento planejamento estratégico reflexão reflexão estratégica