Validando novas teses na advocacia

O mercado da Advocacia está em constante mudança e as perspectivas de reformas no país acentuam a necessidade de se pensar em novas ideias, abordagens e produtos jurídicos diferenciados. Pensando nessa realidade, desenvolvemos uma ferramenta bastante objetiva para ajudar no processo de validação dessas ideias. O texto explica a ideia de maneira bem objetiva e prática.

Desenvolver novos serviços e produtos jurídicos é um desafio constante para os profissionais da Advocacia. Como em qualquer outro segmento, o mercado exige soluções inovadoras com frequência e velocidade cada vez maior.


Certamente, em seu escritório há um pensamento constante (ou muito frequente) em novas teses e soluções jurídicas. O objetivo desse texto é auxiliar na validação dessas ideias do ponto de vista mercadológico.


Para esse exercício de validação de novas teses, é possível adotar um modelo chamado VBANT + P, adaptado por essa Consultoria dos critérios BANT, criados pela IBM para identificação de oportunidades em comércio eletrônico e validação de leads, através de programações de computador específicas.


BANT é uma sigla para Budget (orçamento), Autority (autoridade), Need (necessidade) e Timing (tempo ou prazo). Acrescentamos o V de Validade e Viabilidade e o P de Providencias para completar o VBANT + P.


Mas como essa sopa de letrinhas pode ajudar na validação das minhas ideias?


O mecanismo para aplicar o VBANT + P em seu escritório é muito simples, para utilizá-lo, basta reunir as ideias de novas teses, produtos e soluções jurídicas que você oferece ou pretende oferecer ao mercado e se utilizar do VBANT + P para verificar sua viabilidade.

Para ajudar no processo de construção de novas ideias, teses e soluções jurídicas, desenvolvemos o roteiro abaixo, que pode ser aplicado em seu escritório a qualquer momento:

V Validade e viabilidade • A nova ideia é válida e viável juridicamente?
• A nova ideia é válida e viável operacionalmente (dentro do escritório)?
• A nova ideia é válida e viável mercadologicamente?
B Orçamento (budget) • Meu escritório possui recursos suficientes para sustentar a implantação da nova ideia?
• A nova ideia é capaz de produzir receitas compatíveis com o desejado pelo escritório?
• Os clientes desejados possuem recursos financeiros suficientes para custear a nova ideia?
A Autoridade • Meu escritório possui autoridade no mercado para implementar a nova ideia?
• Os clientes que meu escritório pretende atender com a nova solução possuem autoridade para decidir por essa ideia? (Capacidade de decisão de compra)
N Necessidade • Os clientes que pretendo atender precisam da nova ideia?
• Meu escritório precisa dessa nova ideia?
• Quais são as capacitações que meu time necessitará para colocar a ideia em prática?
• Preciso de mais profissionais para colocar essa ideia em prática?
T Tempo • Qual é o prazo para implantação dessa nova ideia no mercado, no cliente, no escritório?
• Existem prazos prescricionais envolvidos?
• Qual o tempo que o meu escritório precisará para “entregar” a nova solução?
• Qual o tempo que o cliente precisará para decidir?
+ P Providências  • O que preciso fazer para implementar essa nova ideia, tese ou produto jurídico?
• Quais são as providências práticas necessárias para transformar a ideia em um produto jurídico viável?

 

Utilizando o roadmap VBANT + P o seu escritório pode pensar novas ideias, teses e produtos jurídicos de maneira mais assertiva, objetiva e prática. A ferramenta foi desenvolvida para que escritórios de qualquer segmento possam oferecer à sociedade soluções válidas e viáveis, financeira e mercadologicamente.

Esse texto foi publicado originalmente em www.flaviopaim.com.br, no site você encontrar uma versão em PDF desse texto.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: advocacia estratégia flaviopaimconsultoria gestão ideias ideiasnovas inovação novasteses planejamento teses

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração