5 sinais de que chegou a hora de investir em backup na nuvem

Os dados produzidos e coletados diariamente por uma empresa estão entre os seus bens mais valiosos. E-mails, contatos de potenciais clientes, listas de produtos, estudos de concorrência e até a precificação dos materiais ou serviços oferecidos fazem parte dessa inteligência.

Os dados produzidos e coletados diariamente por uma empresa estão entre os seus bens mais valiosos. E-mails, contatos de potenciais clientes, listas de produtos, estudos de concorrência e até a precificação dos materiais ou serviços oferecidos fazem parte dessa inteligência.

Não sem motivo, realizar o backup é uma tarefa comum à organizações dos mais diversos portes. Afinal, ninguém quer perder essas informações vitais, que podem afetar a rotina da empresa e até a sua lucratividade.

Frente às novas tecnologias, surge a dúvida: quando e por que sair do backup local e investir no armazenamento em nuvem? Para te ajudar a entender melhor essa questão, descrevemos algumas situações e necessidades para que você identifique o momento certo de fazer a mudança.

Confira 5 sinais de que é hora da sua empresa migrar para o backup em nuvem:

1 – Aumento do volume das informações geradas

Quanto maior e mais desenvolvida uma empresa é ou deseja ser, maior será a quantidade de informações por ela gerada e compartilhada. Deixar todos os dados do seu negócio à mercê de um computador ou HD externo é muito arriscado.

Isso porque o armazenamento na nuvem oferece segurança, já que os dados estarão isolados de qualquer vírus que possa infectar sua rede, adequa-se facilmente ao aumento das demandas e possibilita que você encontre qualquer informação através de buscas rápidas por indexação

2 – Necessidade de otimização do tempo

O tempo é outro bem valioso no mundo dos negócios. Para o sucesso de qualquer empreendimento, quanto menos tempo for perdido em tarefas que poderiam ser realizadas com mais eficiência, melhor.

O backup em nuvem é mais ágil do que o convencional, esse onde você copia e cola os arquivos no seu HD externo. Além disso, ele elimina a necessidade de que um profissional ou equipe se dedique, diariamente, a subir novas informações. Vale mencionar que, se o backup local ainda for feito em fitas, o processo pode ser ainda mais demorado.

3 – Sua empresa precisa de um sistema mais econômico e eficiente

Manter um sistema local de backup tem um custo elevado, em função da necessidade de investir em servidores ou HDs e softwares para a realização do trabalho. Por sua vez, o backup em nuvem tem custos bem mais acessíveis do que se pode imaginar.

Em função de sua praticidade e flexibilidade, o armazenamento em nuvem não demanda grandes investimentos e logística, por exemplo. Além disso, pensando no crescimento de sua empresa, vale mencionar que a expansão do sistema não demanda investimento extra em infraestrutura.

Sem falar que o backup em nuvem elimina a necessidade do servidor interno, antes utilizado para o backup local. Como consequência, gera redução no gasto com energia e manutenção.

4 – Você está preocupado com a segurança dos dados da empresa

Imagine a cena: todas as informações da sua empresa em um HD Externo que fica em alguma gaveta da empresa (parece familiar?). Um dia, entra uma pessoa na sua empresa durante o final de semana e leva o HD embora! O que fazer?

O sistema de backup tradicional está sujeito a furtos ou a desastres (como incêndios ou inundações), colocando em risco as suas informações.

O backup em nuvem, por sua vez, oferece a segurança como um de seus principais atributos. Criptografados e armazenados em um data center, os dados da empresa podem facilmente restaurados, sempre que houver a necessidade!

5 – Você não confia totalmente nos equipamentos de backup

Um sistema de armazenamento tradicional demanda que um funcionário seja responsável por trocar os discos semanalmente e – em alguns caso – até quinzenalmente. Caso ele esqueça de trocá-los, ou tenha algum problema na operação, os dados de uma semana inteira estarão perdidos!

Quando falamos em nuvem os backups são feitos pelo menos uma vez por dia (todas as noites, para não comprometer o link de internet no horário comercial), e em caso de qualquer problema a defasagem máxima será de apenas um dia.

Além disso, não há limitações físicas envolvendo o armazenamento em nuvem. A inteligência da sua empresa não dependerá da memória de um colaborador ou de qualquer outro fator externo, apenas do software que gerencia os uploads automáticos.

Você já passou por alguma situação complicada com seu backup local? Conte para a gente nos comentários!

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: backup nuvem

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração