Em Busca da Qualidade

Após o último artigo sobre a baixa qualidade na prestação de serviços, recebi vários questionamentos no sentido de como atingir a qualidade desejada, ou o “estado da arte”.

Após o último artigo sobre a baixa qualidade na prestação de serviços, recebi vários questionamentos no sentido de como atingir a qualidade desejada, ou o "estado da arte".

 

Apesar de não ser um especialista no tema, creio que alguns princípios básicos podem contribuir muito para se atingir ou melhorar a qualidade dos serviços prestados, principalmente na área da segurança:

- Planejamento

É necessário identificar os clientes internos e externos, conhecer suas expectativas, desenvolver ou melhorar os serviços face às aspirações; identificar, formalizar e rever os processos que impactam na qualidade.

-Atingir a satisfação do cliente

Os clientes são a razão de uma empresa existir, portanto, é necessário atender as suas necessidades. É de suma importância, na busca da qualidade, ouvir a avaliação que os clientes fazem da organização e dos serviços prestados. As reclamações e sugestões dos clientes devem ser tratadas com muita atenção, pois serão elas, muitas vezes, as fontes para a criação de grandes negócios ou para a melhora dos já existentes.

-Gestão

É extremamente importante a perfeita comunicação entre gestores e colaboradores, estimulando novas idéias e usando a criatividade de todos para a solução dos problemas e a constante melhora das atividades realizadas.

Uma cultura de participação deve ser criada, repassando todas as informações a todos os níveis hierárquicos.

-Gestão de pessoas

Buscar a valorização de todos os colaboradores, tornando-os peças fundamentais na obtenção da qualidade. Investir em qualificação profissional é a base do sucesso.

-Aperfeiçoamento contínuo

Vivemos em uma época de constantes mudanças, portanto, as reais necessidades dos clientes se alteram muito rapidamente, o que torna necessário a implantação de uma cultura de mudança contínua, comprometida com o aperfeiçoamento dos serviços, buscando novas tecnologias e eliminando de vez as ações de acomodação e zona de conforto.

-Avaliação

"Não se pode melhorar aquilo que não se pode medir", então se faz necessário a implantação de índices e gráficos que representem a satisfação e melhora dos serviços prestados.

Creio que, se seguirmos estes preceitos básicos, conseguiremos melhorar muito a qualidade dos serviços hoje prestados, não só na área de segurança, como nas demais áreas.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: qualidade segurança eletrônica segurança empresarial

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração