Mais comentada

Nanotrabalho


Nanotrabalho

“Nano” originário grego, significa anão, ou seja, um trabalho pequeno. Nanotrabalho é, portanto, o trabalho no menor tempo possível onde se extrai valores quantitativos e qualitativos dado a diversos fatores intrínsecos, ou seja, o essencial de um trabalho onde houve um contrato de objetivos e metas a serem atingidos.

Hoje a novidade é a nanotecnologia, a micro partícula que faz o milagre que as pessoas esperam, é a mini partícula que gera os grandes resultados.

No mundo do trabalho não é diferente, não são as grandes coisas que fazem a diferença, são várias pequenas coisas que permanecem e as pessoas sentem-se gratificadas.

Mesmo com as teorias de McGregor X e Y, vejam que muitas pessoas gostam de trabalhar, utilizar o tempo realizando coisas, gerando resultados, isso ajuda a auto-estima o que faz com que as pessoas sintam-se bem consigo mesma.

As empresas só irão conseguir alcançar os resultados quando perceberem as pessoas que nelas se encontram. Os empresários, mesmo quando conversam com seus empregados, só pensam em lucros constantes não conseguem enxergar a pessoa a sua frente, que aquela pessoa é um ser humano e tem sonhos e desejos assim como ele, claro que são sonhos diferentes, mas dentro da realidade de cada um.

Vejam, as formiguinhas trabalham muito, as abelhas também, é um trabalho realizado por criaturas muito pequenas, mas que nos dá um mel maravilhoso que seve para tantas coisas e tudo por causa de sua Líder a “Abelha Rainha”. Que coisa maravilhosa! Que rainha é essa merecedora de tanto prestígio por parte de suas operárias?

O Nanotrabalho é aquele que é realizado num curto espaço de tempo com maior qualidade e na quantidade pactuada com os empregados. É a capacidade de desenvolvimento de potencial para criar coisas a partir do mínimo que se tem. É a utilização de ferramentas certas para colocar as coisas nos lugares certos.

Quanto menor for o tempo utilizado para realização dos trabalhos, as conseqüências econômicas, sociais e ambientais serão fantásticas. Os empregados não terão tempo para pensar em coisas que não estejam alinhadas a sua missão que é o seu papel principal. Cada empregado é protagonista, é o personagem principal, a partir dele a empresa vai tomando formas diferentes fazendo com que os objetivos sejam cada vez mais crescentes. Para que o empregado saiba qual é o seu papel dentro da organização precisamos fornecer-lhe seu roteiro, como se fosse um ator, esse roteiro nada mais é do que a descrição do seu cargo, ali contém as principais responsabilidades, se seu serviço contém ou não dados confidenciais, quais os relacionamentos internos e externos ele terá para o alcance dos resultados, se vai ou não liderar pessoas e muito mais.
Não temos outro meio de alcançar os resultados se não através das pessoas e, nada melhor se elas estiverem preparadas.

Muitos empregados não conseguem gerar resultados por que eles não sabem qual é o seu real papel dentro daquela organização. Se fizermos uma pesquisa com os empregados a respeito de suas atividades e, posteriormente, confrontar com as respostas de seus chefes, teremos um resultado muito estranho, os empregados fornecerão uma lista e os chefes outra e, então instala-se uma dúvida cruel: Qual será a verdadeira? Somente uma descrição de cargos detalhada irá corrigir tais distorções.
Um empregado mal informado gera um custo elevadíssimo para as organizações.

Toda organização precisa de ferramentas que possibilitem que o empregado tenha conhecimento de suas tarefas através das descrições de cargos que lhe será apresentada no momento de sua integração, que após a leitura detalhada assinará o recibo que comprovará estar ciente do seu papel.

O segredo para minimizar o trabalho, reduzir o tempo gasto em assuntos desnecessários é simples: - Estabeleça os objetivos, pode ser diário, semanal, quinzenal ou mensal. Não estabeleça objetivos de longo prazo os mesmos podem ser intermináveis. Faça reuniões mensais com seus empregados e indague quais foram suas dificuldades e como eles resolveram e deixe claro as próximas responsabilidades de cada um.
Mostrar aos empregados o seu papel dentro da organização e sua responsabilidade isso reduz tempo procurando o que fazer, como fazer, quando fazer e pra quem fazer.

Investir nas pessoas é o mesmo que economizar nas manutenções e conservação das máquinas, conservação e manutenção predial, quando as pessoas trabalham com vontade, amor e sabendo o que esperam delas, com toda certeza, as máquinas não vão quebrar tanto. É tudo muito simples, prestigiar mais as pessoas do que as máquinas, pois são as pessoas que dão impulso para que as máquinas funcionem.

Quando as empresas contratam seus empregados, os chefes ou gerentes não importa a nomenclatura do cargo, supõem que o novo empregado saiba exatamente o que fazer. Puro engano! É uma nova empresa, outra filosofia, outra cultura, outras pessoas e, portanto objetivos diferentes.
Supor que as pessoas saibam o que esperamos delas é jogar o jogo sem as redes, nesse caso para qualquer lugar que a bola seja jogada está certo.

Nanotrabalho como processo de gestão para atingimento dos resultados esperados pela organização. Tendo em vista que a prática do Nanotrabalho e suas técnicas de aplicabilidade visa suprimir conflitos, melhoria da performance do empregado, minimizando o impacto negativo de pontos delicados, dentre outras situações podemos citar as impressões colhidas pelos sentidos que geram valor ao empregado, cabe a organização que conduz este processo grande responsabilidade por suas ações. Através do Nanotrabalho o empregado não tem tempo suficiente para agregar valores que não sejam os objetivos traçados.

O nanotrabalho é isso, trabalhar o menor tempo possível gerando maior resultado e com a qualidade esperada, portanto, trata-se de um processo rápido, limpo e barato.

Autor: Roberto Pierre Rigaud
Criador e Autor do: Nanotrabalho
RH EM AÇÃO – Treinamento Empresarial

http://www.rhemacao.com
e-mail: roberto@rhemacao.com

Siga a RH EM AÇÃO no TWITTER
Siga a RH EM AÇÃO no TWITTER

http://twitter.com/rhemacao

Blog - RH EM AÇÃO
http://rhemacao.blogspot.com/

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: e feedback gestao metas nano objetivos organizacional processo resultados trabalho