Mais comentada

O que não deve ser feito em sua empresa!

Em síntese, a empresa que não administra bem todos os seus recursos gera impactos negativos em seus resultados, principalmente a médio e longo prazos, tendo um risco muito maior de insolvência e conseqüente falência.

Valter Abreu,
Vou listar abaixo algumas práticas que nunca devem ser adotadas em sua empresa, mas que se colocadas em prática em maior ou menor número, combinadas ou não, como conseqüência devastadora, podem vir a se tornar à derrocada do seu negócio.

 

É extremamente importante poder difundir também pontos cruciais que podem desencadear e levar qualquer empresa ao fracasso, dentre eles destaco:

 

  • Limitar o crescimento e desenvolvimento de seu capital humano;
  • Deixar de investir em pesquisa e inovação;
  • Acreditar que está fazendo o melhor e estacionar, permanecendo em uma zona de conforto;
  • Não praticar ações de benchmarking;
  • Não respeitar a concorrência;
  • Ir em desencontro às necessidades dos clientes;
  • Não planejar com visão de longo prazo;
  • Não respeitar a diversidade;
  • Não aplicar em direção à melhoria contínua;
  • Não multiplicar ensinamentos;
  • Não disseminar conhecimento;
  • Não pensar somente a nível local;
  • Restringir a participação de ocupantes de níveis hierárquicos inferiores;
  • Não distribuir lucros;
  • Não delegar;
  • Deixar de assumir responsabilidades e riscos;
  • Não aplicar em ações sustentáveis;
  • Não absorver novas tecnologias e as aplicar em novos processos;
  • Não abortar ações em tempo hábil;
  • Não aplicar em ações que levem a uma maior Q.V.T aos colaboradores;
  • Não aumentar efetivamente seus lucros e market share;
  • Não conhecer profundamente o seu negócio;
  • Não detalhar quais são as prioridades e as premissas básicas;
  • Não criar uma boa atmosfera de trabalho;
  • Não personificar sua missão, visão e valores;
  • Não medir seus resultados, verificando se estão indo na direção correta;
  • Não mudar as estratégias quando preciso;
  • Não identificar antecipadamente novas tendências e oportunidades;
  • Tomar ações reativas e não pró-ativas;
  • Não contribuir com o desenvolvimento da sociedade;
  • Estabelecer regras, normas e padrões muito engessados;
  • Não trabalhar com informação íntegra e atualizada;
  • Não ter visão sistêmica;
  • Não aplicar em ferramentas da qualidade;
  • E uma das mais importantes, deixar de suprir e respeitar as amplas necessidades e desejos de seus clientes.

Em síntese, a empresa que não administra bem todos os seus recursos gera impactos negativos em seus resultados, principalmente a médio e longo prazos, tendo um risco muito maior de insolvência e conseqüente falência.

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: Administração de empresas administração moderna como administrar minha empresa. dicas de gerenciamento gestão empresarial

Shopping