Empresas scale-ups

Conheça algumas das empresas que crescem 20% ao ano...no mínimo!

Há um seleto grupo de empresas que avançam num ritmo acelerado, gerando muitos empregos e desenvolvimento sustentável. São as chamadas scale-ups. Dados do IBGE de 2015, indicam que 35 mil companhias brasileiras (1% do total) cresceram pelo menos 20% ao ano por três anos consecutivos. O ritmo de crescimento é impressionante de qualquer ângulo, sobretudo se levarmos em conta o atual cenário econômico e a tradicional burocracia para se empreender em nosso país. A seguir, conheça quatro empresas desse “ Brasil paralelo”:

Setor: Big dada aplicada ao comércio
Scale-up: Neoway
Fundação: 2002

Usa o Big Data como uma ferramenta de descoberta de oportunidades mercadológicas, objetivando o imediato aumento das vendas. A empresa abriu recentemente um escritório em Nova York e prepara-se para entrar na Europa. Teve um crescimento médio de 68% ao ano nos últimos cinco anos.

Setor: Big data aplicada a planos de saúde
Scale-up: Gesto Saúde e Tecnologia
Fundação: 2003

Através da inteligência artificial e de uma grande base de dados, a empresa indica qual o plano de saúde mais adequado e com melhor custo benefício para grandes clientes do mercado corporativo. Dessa forma, consegue que eles economizem até 25% ao bancar o benefício. A Gesto Saúde e Tecnologia, alcançou um crescimento de 80% ao ano nos últimos três anos.

Setor: Tecnologia e integração de projetos na construção civil
Scale-up: Ambar
Fundação: 2012

A empresa tem como meta “ reconstruir” a construção civil. Um dos objetivos da Ambar, é transformar as diferentes partes que compõem uma obra em peças. E, a partir disso, produzi-las em uma indústria. Assim, diminui-se a geração de resíduos e evita-se desperdícios. A empresa foca em moradias populares e cresceu em média 112% ao ano nos últimos três anos.


Setor: Financeiro
Scale-up: Creditas
Fundação: 2013

A Creditas oferece linhas de crédito pessoal, mas com garantia de veículos ou imóveis. Com isso, as taxas de juros praticadas são bem menores, se comparadas ao restante do mercado. A empresa já tem 340 colaboradores e cresceu incríveis 286% ao ano, em média, nos últimos três anos.

Descobrindo verdadeiros nichos, atuando em grandes mercados com expressivas ineficiências e constantes mudanças, as scale-ups são definitivamente, um dos vetores que podem um dia levar o Brasil ao tão almejado desenvolvimento econômico e social.

 

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)