Por que um pouco mais de liderança poderia resolver muitos problemas do mundo

Em entrevista ao Administradores.com, Artur Coutinho, vice-presidente de operações da Embraer, fala sobre o assunto

Redação, www.administradores.com,
Divulgação
Artur Coutinho, vice-presidente de operações da Embraer

Artur Coutinho tem propriedade como poucos para falar sobre liderança. Vice-presidente de operações da Embraer, ele comanda uma das áreas mais vitais da companhia, que está entre as quatro maiores do mundo em seu segmento. Coordenar o trabalho de equipes, traçar planos e executar estratégias são coisas que fazem parte do seu dia a dia, com experiências que o levaram a escrever o livro “Vivências sobre liderança”, publicado neste ano pela Qualitymark.

Para Coutinho, a liderança é algo que deveria estar presente em todas as situações, pois é o fator que considera fundamental que tudo ocorra da maneira mais eficiente possível. Em entrevista ao Administradores.com, ele destaca também a importância de o líder formar novas lideranças e seu papel na manutenção de um bom clima organizacional.

Leia abaixo a íntegra da entrevista:

Deve fazer parte das competências de um bom líder a criação de novas lideranças? Por quê? 

Seguramente uma importante responsabilidade dos líderes é desenvolver novos líderes. Cada vez mais, as empresas estruturadas consideram o quadro de líderes como um patrimônio intangível de grande relevância para a sustentabilidade e longevidade dos negócios, e portanto trabalham para a implementação de um mapa sucessório que extrapola a substituição na própria área e se aplica à empresa como um todo, permitindo que a progressão na carreira dos líderes seja vertical, diagonal ou mesmo horizontal. Líderes que desenvolvem líderes são fundamentais para que o mapa sucessório seja povoado com indivíduos competentes. 

Em seu livro você faz muitas comparações e referências a coisas do dia a dia para falar de liderança. Na prática, todos nós precisamos ser um pouco líderes em nossas vidas. O que podemos aprender no cotidiano, por exemplo, sobre liderança em situações de crise? 

Os conceitos de liderança se aplicam também fora do ambiente empresarial. Em inúmeras situações nos deparamos com a necessidade de utilizarmos estes conceitos e muitas vezes conseguiríamos resultados melhores se os utilizássemos de maneira consciente. Um professor em sala de aula deveria ser um líder, uma reunião de um condomínio se desenvolve melhor se bem liderada, um atropelamento na rua requer a liderança de alguém para acelerar o socorro, um incêndio requer alguém com liderança para o primeiro combate, criar filhos requer algo de liderança e assim por diante. Uma das maneiras de despertarmos em nós a percepção de que temos uma centelha de líder é exatamente a exposição a uma situação de crise. Nas crises se forjam líderes. A capacidade do líder em desenvolver uma visão, em comunicá-la aos que podem atuar como equipe e em promover a implantação de processos e ações que ancorem esta visão e transformem a realidade faz parte de nosso dia a dia. Se adquirirmos esta consciência e se usarmos estes e outros atributos de líderes, viveremos melhor. 

O clima organizacional é um fator determinante para o sucesso ou fracasso de uma empresa. Qual o papel do líder para manter um clima positivo? 

O clima organizacional depende muito da liderança. Todos nas equipes querem ajudar na execução de algo bom e que leve a bons resultados, os resultados elevam o moral da equipe e contribuem para a melhoria do clima. Todos querem crescer minimamente enquanto seres humanos e cabe ao líder promover as oportunidades para este crescimento e estimulá-lo. Isto faz a equipe se sentir bem e ajuda no desenvolvimento de um clima adequado. Todos precisam de uma visão otimista e de uma causa que os leve a um futuro melhor. Isto tem que se originar no líder e promove a adesão de todos aos objetivos da empresa, aumentando o senso de pertencer e melhorando o clima. Todos precisam de algum poder para se autorrealizarem. Cabe ao líder repartir o poder e ajudar todos a se motivarem. 
O líder é o catalisador de tudo o que acontece na empresa. Portanto, ele é determinante na qualidade do clima organizacional.   



Incentivar posturas de liderança dentro da empresa, entre toda a equipe, pode ser uma maneira de estimular a proatividade, a iniciativa. Mas se todos resolverem querer ser líderes, podem ser gerados conflitos difíceis de serem resolvidos e que podem atrapalhar a empresa? Como lidar com essas situações? 

A empresa precisa de homens de pensamento e homens de ação e deve estabelecer mecanismos que valorizem estes pontos fortes em todos os seus integrantes. Homens de pensamento ou de ação executam trabalhos e geram resultados através deste seu próprio trabalho. Um engenheiro fazendo o dimensionamento de uma estrutura está no papel de um homem de pensamento. Muitas empresas desenvolvem a ideia de carreira em Y, exatamente para valorizarem os homens de pensamento em sua carreira, equiparando-os a líderes e evitando que todos queiram seguir pela carreira de liderança. 


Um operário produzindo uma peça pode ser um exemplo de homem de ação (o que não o exime do pensar). Neste caso, ele também vai precisar de mecanismos de reconhecimento. Os cuidados no trato, a comunicação adequada, o reconhecimento do trabalho bem feito, a celebração dos resultados atingidos e o poder de participar da definição da melhor forma de fazer o seu trabalho ajudam os operários a sentirem que estão participando e são valorizados em seu trabalho. A eles também deve ser dada a oportunidade para crescer para um homem de pensamento ou para um homem de ação liderando outros homens. 


Os líderes são homens de ação que geram resultados através de outros homens. Cabe ao líder, através do estímulo para a  disponibilização do melhor potencial dos homens de pensamento e dos homens de ação de sua equipe, gerar os melhores resultados para sua equipe e para a empresa como um todo.  Uso a palavra homem aqui por uma facilidade de colocação, é importante destacar. Este "homem" é assexuado e os termos pensamento e ação definem atitudes preponderantes nos indivíduos, não se caracterizando com características mutuamente excludentes.     

 

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores


Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração