Seguradoras de Saúde: prepare-se para a regulação CP 60 da ANS

Participe deste Seminário InterNews e prepare-se para os impactos regulatórios provenientes da Consulta Pública n°60 da ANS. Veja como o estabelecimento de limites percentuais deve impactar os preços da cadeia como um todo.

  • 6 de março de 2018

    08:30hs as 18:00hs
  • Mercure São Paulo Jardins Hotel Alameda Itú, 1151 – Jardins São Paulo, SP

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) concluiu a Consulta Pública 60 que propõe os termos da regulamentação dos Planos de Saúde com coparticipação e franquias, modalidades em que a cobertura de custos dos procedimentos é parcial.

A ANS deve estipular limites percentuais ou brutos para os valores da coparticipação e deve isentar o usuário da cobrança de exames preventivos, tratamentos crônicos e vários outros procedimentos.

No modelo atual, não há regulação. As seguradoras tem ampla liberdade para negociar com o usuário os termos de coparticipação e de franquia. Com as novas regras, para manter a mesma margem de resultados, as operadoras precisarão reavaliar a precificação e as modalidades dos seus produtos. A ANS deve estabelecer uma série de obrigações.

Será exigido que as operadoras ofereçam aos usuários simulações antes da contratação do plano, ofertando previsibilidade de preços e modelos bem definidos em contratos mais transparentes.

As operadoras, para cumprir as novas obrigações, terão que estar preparadas para investir em infraestrutura de TI para a montagem de simuladores e treinar funcionários da área de atendimento e vendas. Motivo particular de atenção deve ser atribuído às relações com clientes, que poderão ressentir aumentos nos preços das apólices nos novos contratos ou poderão reclamar das coberturas parciais nos contratos anteriores.

Participe deste Seminário InterNews e prepare-se para os impactos regulatórios provenientes da Consulta Pública n°60 da ANS. Veja como o estabelecimento de limites percentuais deve impactar os preços da cadeia como um todo. Analise como será o novo panorama de concorrência. Avalie as novas obrigações. Prepare-se para um mercado com maior transparência de custos e de benefícios para os consumidores.

Mais informações

Local Mercure São Paulo Jardins Hotel Alameda Itú, 1151 – Jardins São Paulo, SP
Horário 08:30hs as 18:00hs
Nome do contato Carolina Varandas
E-mail de contato carolina.varandas@internews.jor.br
Website http://internews.jor.br/2018/01/seguradoras-de-saude-prepare-se-para-a-regulacao-cp-60-da-ans-as-novas-regras-para-os-planos-de-saude-com-coparticipacao-e-franquias/
Telefone (11) 375-134-30
Endereço São Paulo/SP

Programa
8h00 – Credenciamento
8h30 – A Consulta Pública n°60 da ANS: Desafios e Oportunidades
Rodrigo Rodrigues de Aguiar
Diretor de Desenvolvimento Setorial da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)

Daniel Meirelles Fernandes Pereira
Diretor-Adjunto de Desenvolvimento Setorial da Agência Nacional de Saúde (ANS)

10h10 – Coffee Break

10h30 – Avaliação crítica dos impactos no mercado de saúde suplementar

Retrospectiva regulatória: Eficiência, Desperdício e Inocuidade
Mecanismos de Regulação e/ou Financiamento?
Impactos no setor: o que se espera com o aperfeiçoamento da regulação?
Cristiane Jourdan
Endocrinologista, Bacharel em Direito e Consultora do Ministério da Saúde na regulação da Lei de Planos de Saúde de 1998 a 1999. Atuou na ANS de 2000 a 2003 como Gerente de Regulamentação de Produtos. Foi Gestora Técnica de Planos de Saúde na Amil.

Dirceu Barbano
Ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Foi secretário municipal de saúde de São Carlos – SP. É diretor da B2CD Consultoria Empresarial.

12h00 – Almoço
13h20 – A formação de preço dos produtos após a nova norma
Abordagem conceitual
Visão crítica do problema
O que colide com a prática
Soluções
Antonio Westenberger
Sócio-diretor da Ícone Consultoria – Soluções em Ciências Atuariais. Especializado em desenvolvimento de soluções para gerenciamento de risco, utilizando modelos estatísticos e econométricos. Atendeu empresas como Vale, Internacional de Engenharia S.A. e Itaoba Trading (Cia. Cervejaria Brahma).

14h30 – Mecanismos de regulação como estímulo ao uso consciente dos planos de saúde coletivos
Luciana Silveira
Diretora Executiva da Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (ANAB). Foi Superintendente de Regulação da Unimed; Diretora-adjunta da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Gerente da Amil.

15h40 – Os efeitos da regulação nos custos das empresas
Fabio Boihagian
Co-fundador e ex-COO da Axismed. Foi responsável por Custos e Atuária da Interclínicas Planos de Saúde. Atua há 19 anos no mercado privado de saúde, nas áreas de Planejamento, Vendas, Operações, Desenvolvimento de Produtos e Atuária. MBA pela FGV/SP em Sistemas de Saúde e Administração de Empresas na FAAP-SP. É Co-fundador e COO da HealthCentrix, empresa de soluções de tecnologia em saúde.

16h40 – Coffee Break
17h00 – A proposta da Consulta Pública 60: como se beneficiar da estratégia de regulação
André Machado Júnior
Diretor de Relacionamento com Clientes da Qualirede. Analista de novos cenários voltados para agregação de valor aos serviços, com aumento de qualidade e redução de custos. Responsável por gerir implantações de novos negócios. Especialista em gestão de saúde, responsabilidade civil e direito do consumidor e gestão estratégica de qualidade.

18h00 – Encerramento