Treinamento Green Belt Presencial - Turma de Sábado

O treinamento tem 05 módulos que explicarão a metodologia para o desenvolvimento de projetos de melhoria chamada de DMAIC, as definições de Lean e Six Sigma, ferramentas diferenciadas Design de Experimentos, 1 Sample t, entre outras, para que você possa melhorar processos, produtos e serviços.


Marcello s,
  • 16 de março a 11 de maio de 2019

    08:30 às 17:30
  • Sede da GRADUS Consultoria e Treinamentos

Módulo 1 - FASE DEFINIR

Neste módulo a principal meta é detalhar a Fase Definir, discutindo a relevância da voz do cliente, sua importância e como usar conceitos, métodos e ferramentas para colher a voz do cliente, priorizá-la e identificar o que é mais crítico na visão do cliente para ser melhorado.

Também serão tratados outros assuntos como Certificação, origem do lean six sigma, dentre outros, além de exercícios de fixação para assegurar a retenção do conhecimento.

TÓPICOS:
Certificação

Lean e Six Sigma

Papéis e Responsabilidades

Identificação de Projetos

Metodologia DMAIC

Fase Definir e Ferramentas

Diagrama de Afinidades

Análise de Kano

Casa da Qualidade (QFD)

Fixação de conhecimento

Módulo 2 – FASE MEDIR

Uma vez que se sabe o que se quer melhorar (as prioridades do cliente colhidas no Módulo 1), este módulo descreverá como medi-lo, aplicando conceitos, métodos e ferramentas.

A iniciação à estatística será abordada da maneira descontraída para que você absorva o que o ajudará no dia-a-dia, mostrando exemplos práticos aliados com toda a experiência real vivida por nossos consultores.

Também será conhecido o Mapeamento de Fluxo de Valor, chamado de VSM (Value Stream Mapping), que é uma das ferramentas mais usadas nas empresas, pois mostra todas as etapas dos processos, seus tempos, movimentos, fluidez, valor agregado e não agregado.

O VSM é muito mais do que um mapa, e sim um meio muito eficaz de “enxergar” o que está acontecendo, eliminar desperdícios e criar um mapa futuro muito mais otimizado, além de gerar resultados rápidos de imediato.

TÓPICOS:

Fase Medir e Ferramentas

Cartas de Controle para dados contínuos

Cartas de Controle para dados atributivos

Correlação

Regressão

Plano de Coleta de Dados

Estatística Descritiva e Inferencial

Minitab – Software Estatístico

Gráficos Básicos

Distribuição Normal

Análise de Sistema de Medição (R&R)

VSM / Kaizen / 5S

Fixação de Conhecimento

Módulo 3 - FASE ANALISAR

Com a medição bem feita do que se quer melhorar (Módulo 2), a análise das causas raízes é vital para se entender onde os esforços precisarão ser colocados para prover os resultados esperados.

E para auxiliar nestas análises, discutiremos ferramentas como Ishikawa, correlação, regressão, e também o FMEA (Failure Mode Error Analysis), que é uma ferramenta para análise de modos de falha.

E para que tudo isto? Para garantir que você saiba aplicar estas ferramentas nos seus projetos ou nas análises.

TÓPICOS:

Fase Analisar e Ferramentas

Ishikawa

Matriz de Causa e Efeito

FMEA

Testes de Hipóteses

2 Sample T

Anova

Fixação de Conhecimento

Módulo 4 - FASE MELHORAR

Com as causas raízes identificadas e priorizadas no Módulo 3 este módulo tratará das possíveis soluções para tais causas, além de testá-las e planejar sua implementação.

A ferramenta de análise de capabilidade será bem explorada, pois no mercado atual há várias empresas que usam este conceito no seu dia-a-dia para identificar, em tempo real, qualquer causa raiz que possa estar desviando o processo.

As possíveis soluções precisam ser testadas, e a ferramenta DOE (Desenho de Experimentos) auxilia muito esta tarefa, pois muitas vezes há um número elevado de variáveis que afetam o que se deseja melhorar, e seguindo os passos desta ferramenta, esta tarefa se torna muito mais precisa, e possibilita a simulação e otimização da melhor solução.

Será discutido também o plano de ação 5W2H, que pode ser usado muito além do horizonte dos projetos, pois promove um bom “gerenciamento” da ação de melhoria que precisa ser feita, quem fará, por que fará, etc., deixando claro a sua real necessidade.

Mais importante do que fazer, é o planejar, e este tema será bem discutido aqui, pois qualquer mudança, em qualquer processo deve ser planejada adequadamente, a fim de evitar crises desnecessárias.

TÓPICOS:

Fase Melhorar e Ferramentas

Capabilidade para Dados Normais

DOE – Desenho de Experimentos Convencional

Plano de Ação 5W2H

Matriz de Causa e Efeito

Fixação de Conhecimento

Módulo 5 - FASE CONTROLAR

As soluções a serem implantadas definidas no Módulo 4, precisam ser robustas, ou seja, não podem deixar que o que foi resolvido regrida. Neste aspecto o este módulo 5 é crucial para que isto seja garantido, ou seja, estamos falando da Fase Controlar, que é sem dúvida alguma uma das mais difíceis.

Por este motivo é que a GRADUS apresentará ao aluno um processo para que o “controlar” funcione adequadamente, sendo uma das ferramentas deste processo é o “plano de controle”.

O plano de controle tem um conceito muito simples: o que eu tenho que CONTROLAR para evitar que algo afete o que eu melhorei. Trazendo isto para nossa vida cotidiana, pense no carro e em uma multa por velocidade: para não ter multas é preciso CONTROLAR a velocidade.

Simples não!? Sim, é simples quando se sabe como implantar um processo de controle, e isto é o que o aluno aprenderá.

TÓPICOS:

Fase Controlar e Ferramentas

Planejamento do Controlar

Procedimento Operacional

Poka-yoke

Plano de Controle

Fixação de Conhecimento

 

Mais informações

Local Sede da GRADUS Consultoria e Treinamentos
Horário 08:30 às 17:30
Nome do contato Jéssica Cordeiro
E-mail de contato contato@gradusct.com.br
Website https://www.gradusct.com.br
Telefone (12) 342-485-43
Celular (12) 996-493-448
Endereço Avenida Avenida Charles Schnneider , 1236, N.S. Bomfim, Taubaté /SP - CEP: 12.040-000 - Edifício Square
Programação não informada.
Tags: green belt melhoria contínua treinamento