A ciência por trás da motivação pessoal: o combustível certo para a viagem rumo ao sucesso

Pessoas motivadas por fatores internos possuem uma grande força de realização, são mais positivas e agem de acordo com seus valores para conquistar o sucesso

Henrique Carvalho
iStock

Pessoas com alto grau de motivação pessoal são aquelas com sonhos, com propósito e que possuem noção do seu valor no mundo.

Além disso, pessoas motivadas por fatores internos possuem uma grande força de realização, são mais positivas e agem de acordo com seus valores para conquistar o sucesso.

A motivação serve para mostrar o quão importante uma meta é para você, o quanto você realmente precisa atingir determinado objetivo. A intenção e o esforço que colocamos em algo nos mostra claramente o grau de importância que damos ao nosso objeto de desejo.

Mas onde nasce a motivação, essa força invisível que nos move?

A motivação pessoal nasce do desejo de ter todas nossas necessidades, desde a fome até status, segurança a amor, supridas.

Portanto, podemos dizer que somos motivamos por aquilo que precisamos. E conforme vamos atendendo as necessidades mais básicas, outras vão surgindo.

Como a necessidade é criada a partir de uma emoção ou desejo, algo inerente ao ser, sua motivação é muito mais forte do que as necessidades vindas de fora e estimuladas por outras pessoas, acontecimentos ou situações.

Abraham Maslow estudou as principais necessidades humanas e as classificou em uma escala hierárquica e montou a famosa pirâmide de Maslow, com necessidades divididas em 3 categorias:

  • Necessidades Básicas: comer, dormir, respirar, ter moradia e satisfação sexual. São as mais importantes e também as mais fáceis de serem satisfeitas. A necessidade de estar seguro também entra nesta categoria;
  • Necessidades psicológicas e sociais: todos nós precisamos de amor e do sentimento de pertencer a um grupo. O status também se enquadra nesta categoria, porque para sermos mais valorizados em nossa sociedade precisamos exibir bens materiais como carros, casas e roupas.
  • Necessidade de auto-realização: se você já tem suas necessidades fisiológicas, sociais e psicológicas atendidas, ainda assim sentirá falta de algo a mais. A primeira delas é estar bem consigo mesmo(a). E continuar melhorando constantemente. Ao contrário das necessidades mais básicas, neste estágio já não falta mais nada. A grande motivação está em evoluir.


A teoria de motivação pessoal de Maslow afirma que somos motivados pelo que ainda não alcançamos e sempre respeitando a hierarquia de necessidades. Ou seja, nenhuma pessoa que está passando fome terá a necessidade de auto-realização, pois para tal precisa resolver aquela demanda mais urgente.

8 lições para quem deseja ter mais motivação

Listas com dicas práticas sempre são úteis quando precisamos implementar um novo projeto, um novo hábito ou até fazer mudanças significativas.

Separei para você 8 lições que funcionam de verdade para quem quer se manter motivado. Teste e veja se eu não estou falando a verdade:

  1. Pare de pensar e parta para a ação: Não fique só sonhando com seu objetivo e esperando todas as condições perfeitas, porque a hora certa é agora.Se a sua motivação pessoal não tem força suficiente para te levar do estado de inércia para a ação, repense se aquilo realmente é o que você gostaria de fazer ou se está apenas seguindo o que pensa ser a coisa certa.
  2. Comece pequeno: se você escolher começar com uma meta muito complexa, você corre o risco de cair na armadilha da procrastinação por não saber nem por onde começar. E não deixe de criar hábitos ao invés de sempre depender da sua força de vontade para projetos de longo prazo.
  3. Escolha um projeto por vez: você pode sonhar em abrir seu próprio negócio, emagrecer 10 quilos e aprender tudo sobre fotografia. Mas vamos combinar, quem consegue fazer tudo isso de uma vez? No início você pode até achar que dá conta, mas a longo prazo acaba sendo uma situação insustentável.Escolha aquilo que considera mais importante e comece por ai. Uma vez completada a missão, ai sim é hora de começar outro projeto.
  4. Acompanhe sua evolução: se você está focado em perder os 10 quilos, mas até o momento não percebeu suas roupas ficando mais folgadas, acha que nada aconteceu e que tudo que vem fazendo não está funcionando, desanima e desiste. Mas se o invés disso você se pesar uma vez por semana e perceber que perde 500 gramas a cada pesagem, seu ânimo pode melhorar.
  5. Procure por histórias inspiradoras: eu mesmo também me inspirei em uma outra história para finalmente ter a coragem de perseguir o meu propósito. Foi esse discurso, do meu grande ídolo, Steve Jobs, que me deu forças e motivação para mudar a minha realidade.
  6. Use seu próprio sucesso como fonte de motivação pessoal: não cometa o erro de se inspirar somente no sucesso aparente de outras pessoas e achar que os seus feitos são menores ou insignificantes. Compare você com você mesmo. Sempre existirá alguém melhor e pior que você.
  7. Pare de acreditar que sua meta é impossível: quanto temos um objetivo ousado e grandioso ou quando já tentamos várias vezes e desistimos, acabamos acreditando que nossa meta é impossível. Se você quer algo, não deixe ninguém, muito menos sua própria mente, acreditar que é impossível.
  8. Assuma um compromisso publicamente: nenhum de nós gosta de mostrar fraqueza ou admitir que falhou na frente de outras pessoas. O que pode funcionar como um gás extra para sua motivação pessoal para atingir um objetivo.

A motivação é o combustível necessário para fazer você continuar andando sem parar. E com o tempo, o sucesso acaba sendo inevitável.

Não basta afirmar que deseja e está motivado a perseguir um objetivo. Suas ações irão falar muito mais alto que suas palavras.

Mas reconheço que, mesmo quando temos um forte desejo de atingir uma meta, principalmente de longo prazo, a motivação nem sempre será um fator presente. Principalmente em períodos mais difíceis.

Por isso, para encontrar e manter a motivação, não deixe de colocar em prática as 8 lições que citei neste artigo. Elas me ajudaram e ainda ajudam muito e tenho certeza que farão o mesmo por você.

Espero que tenham gostado deste artigo.

Forte abraço,

Henrique Carvalho.

Café com ADM

Café com ADM

#62
Uma conversa sobre mente, fracassos e sucessos
Neste episódio Leandro Vieira entrevista o psicólogo Fabiano Moura de Moura sobre vários aspectos da psicologia que impactam nossas vidas e carreiras.
Café com ADM #62 Uma conversa sobre mente, fracassos e sucessos
00:00 00:00
Confira outros episódios


Administradores
Administradores

O login deve conter apenas "letras" (minúsculas), "números" e "_". Ele será usado para lhe identificar no seu perfil.

Entre com a sua conta

Administradores
Administradores

Torne-se um Administrador
Premium por apenas
R$ 29,90 mensais

Ou cadastre-se com: