Em 2018, pare de fazer conteúdo sobre a sua marca

Parece contraditório, mas você vai entender

Ricardo Oliveira
iStockphotos

Parece brincadeira de click bait, mas não é. A verdade é que ninguém nunca ligou para o “conteúdo” da sua marca. Ninguém está nem aí para o post que diz como seu serviço é bom. Ninguém liga para o fato de que você alcançou mil seguidores ou está lançando um novo produto. É pesado, eu sei. Mas não é difícil de entender.

Você e eu não gostamos nada quando alguém novo chega na roda de amigos e esse alguém só fala de si mesmo. Fiz isso, faço aquilo, sou o bonzão. Tédio.

A questão é que se marcas disputam atenção nas timelines da vida, a noção de concorrência de mercado se dilui totalmente. Seu principal concorrente pode ser a blogueirinha curtindo a praia, o stories direto de um show barulhento, o meme do dia ou, até mesmo, seu principal concorrente - postando algo que realmente interessa à vida do seu público-alvo.

Siga o mestre

No livro “Building a Storybrand”, de Donald Miller (2017 - HarperCollins Leadership), o autor joga bem na nossa cara logo no começo essa verdade importante: as marcas precisam aprender que não são os heróis da história e devem parar, urgentemente, de falar tanto de si. Explico.

Miller é um autor fascinado por narrativas. Ele passou anos dissecando a estrutura básica de roteiros a partir do pensamento de autores como Robert McKee e Syd Field. A ideia era entender porque filmes e livros fascinam tanto as pessoas. Ecoando com a clássica Jornada do Herói, Miller percebeu que na estrutura das histórias que contamos há uma equivalência com a jornada do consumidor.

Na jornada do protagonista de uma história, ele sempre se depara com um problema e ao tentar resolvê-lo, encontra um guia que entrega um plano (por conhecer o problema), incentivando à ação, que resulta em um final feliz.

Se essa fosse uma jornada de consumo, onde você acha que sua marca estaria?

Talvez relembrar algumas histórias clássicas ajude: Yoda ensina Luke a usar a Força e derrotar o Império. Gandalf ensina a Frodo sobre o Um Anel e seu chamado para destruí-lo. Morpheu abre os olhos de Neo sobre a Matrix e explica que provavelmente ele é O Escolhido.

Sua marca é o guia e não o herói. Por isso seu conteúdo não pode falar de si e sim do que você tem para que seu herói atinja seu grande objetivo. 

Pode ser consertar a pia. Comer pizza. Aprender inglês. Comprar um notebook.

Seu novo serviço/produto não deve ser um conteúdo até que você descubra como deixar perfeitamente claro em que exatamente ele muda a vida do seu cliente. Como ele o ajuda. Criativamente, com todos os recursos possíveis para um excelente conteúdo digital.

A partir daí você vai entender que a Apple não vende Macbooks. Ela vende notebooks que fazem seus consumidores (designers, fotógrafos, escritores) produzir mais e melhor. A Sadia não vende perus de natal. Ela conecta pessoas à mesa. Vide o excelente comercial veiculado recentemente.

Encontrar esse ponto de vista não é tarefa fácil para uma marca. Mas é possível para qualquer uma delas. Exige alinhamento entre posicionamento, objetivos, metas, mas essencialmente, com aquilo que o seu público realmente quer. E ele provavelmente não quer só o seu conteúdo legal no Facebook.

Curso

No dia 15 de janeiro o Administradores Premium lançará o curso "Conteúdo digital: estratégias para fazer negócios e gerar vendas na internet", ministrado pelo professor Ricardo Oliveira. Inscreva-se na lista de espera para ter acesso à área de inscrição assim que for lançado!

 

Café com ADM

Café com ADM

#79
Uma conversa com Washington Olivetto
Um dos maiores nomes da publicidade no Brasil, Washington Olivetto bate um papo com Leandro Vieira sobre os novos rumos da publicidade, como as marcas devem se relacionar com os seus clientes e o impacto da internet nessa relação.
Café com ADM #79 Uma conversa com Washington Olivetto
00:00 00:00
Confira outros episódios


Administradores
Administradores

O login deve conter apenas "letras" (minúsculas), "números" e "_". Ele será usado para lhe identificar no seu perfil.

Entre com a sua conta

Administradores
Administradores

Torne-se um Administrador
Premium por apenas
R$ 29,90 mensais

Ou cadastre-se com: