Growth Hacking: usando Big Data para gerar resultados aplausíveis

Growth Hacking: usando Big Data para gerar resultados aplausíveis e alinhar todas as suas expectativas e resultados.

Neto Angel RP

Growth Hacking: usando Big Data para gerar resultados aplausíveis e alinhar todas as suas expectativas e resultados.

Parece que todo mundo hoje está falando sobre growth hacking e uma série de empresas já buscam ou tem este profissional como uma estratégia de fortalecimento. Mas a maneira mais rápida e mais segura de crescer o seu negócio é através da análise de dados com foco na compreensão de seu cliente ou, melhor ainda, compreender as pessoas. #personalizacaodosobjetivos

Até recentemente, a compreensão das pessoas envolvia um laborioso processo repleto de pesquisa de mercado, a qual tinha todos os tipos possíveis de vieses e erros. Hoje, temos acesso direto com as pessoas através de uma série de ferramentas, incluindo mídia social, a Internet das coisas (Internet of Things) dispositivos, POS (ponto de venda) de sistemas e análise de sites. Agora, com tantos dados disponíveis, as perguntas se tornam um dos gerenciamentos e sensos de tomada de decisões ao invés de gerar dados.

Faça Growth Hacking Já


O que é growth hacking?

Como em alguns textos e abordagens já comentadas e faladas por mim, o growth hacking é um termo relativamente novo para um relativamente antigo conceito-crescimento de seu negócio. A diferença é que, com o growth hacking, muitas vezes estamos falando de saltos enormes em crescimento, não apenas o crescimento de uma pequena porcentagem por ano. Tal crescimento é crítico para startups e inovações, porque elas precisam para atrair dinheiro rapidamente para abastecer os investimentos maciços realizados e para compensar os investimentos maciços necessários para o crescimento continuado.

Olhe para esta definição da Wikipédia:

Growth Hacing é um processo de experimentação rápido em todos os canais de marketing e desenvolvimento de produtos para identificar as formas mais eficazes e eficientes para crescerem um negócio. … growth hackers são os profissionais de marketing, engenheiros e gerentes de produto que especificamente se concentrarão em construir e engajar a base de usuários de um negócio.

Outros identificam o growth hacking com uma mentalidade focada no crescimento, em vez de manter e melhorar o status quo.

Inerente a qualquer definição de growth hacking é a sua confiança nas informações, não conjecturas ou “fazer o que você sempre fez”. Essas estratégias não alcançarão um crescimento enorme. Isso leva algo mais analítico … mais rigoroso.

Big Data e Growth Hacking

O Big Data e o growth hacker, naturalmente, caminham juntos. Sem o tanto de muss e barulho de uma experimentação tradicional, o big data fornece respostas às perguntas que você pode ter construído através de experimentos para obter respostas.

Uma das maiores questões que as empresas pedem é sobre a viagem do cliente – o processo de obtenção de uma venda.

A viagem do cliente é um processo complexo que é muitas vezes difícil de seguir. Até mesmo os próprios clientes muitas vezes não podem dizer com precisão como eles chegaram a uma decisão de compra específica ou que fatores mais influenciaram a sua decisão. Em parte, isso é porque o que se passa na mente de alguém é uma caixa preta, onde as pessoas se reúnem, armazenam e recuperam informações, e vamos recombiná-las de maneiras únicas. O processo também está sujeito ao meio ambiente, humor, e uma série de outros fatores, como a disponibilidade de crédito. Não é de admirar que ninguém realmente sabe como alguém chegou a uma decisão de compra.


Growth Hacking: usando Big Data para gerar resultados aplausíveis e alinhar todas as suas expectativas e resultados.
Embora nunca podemos chegar ao ponto em que acessaremos os processos de pensamento dos consumidores, estamos recebendo um melhor acesso aos comportamentos intervenientes o tempo todo.

Gerenciando grandes dados através do growth hacker

Ao invés de um único número, o growth hacking pode significar aumentar o ROI ou pode significar aumentos de outras medidas de sucesso. Por exemplo, em uma empresa de consultoria com um longo tempo de espera para fechar novos negócios, o growth hacking pode significar uma melhor geração de vendas. Para um desenvolvedor de aplicativo, isso pode significar mais instalações. Um banco pode valorizar aumento de depós

itos.

Pense sobre o growth hacker como um balde. Você tem que encher o balde a um certo nível antes que a água flui por cima. É o mesmo com qualquer negócio. Vendas não aparecem magicamente. Elas acontecem porque você fez certas coisas que criam consciência, interesse, desejo e, finalmente, ação.

Dê uma olhada neste exemplo de como melhorar o desempenho de suas páginas de destino impactos ROI.

Growth Hacking: usando Big Data para gerar resultados aplausíveis e alinhar todas as suas expectativas e resultados.

Assim, o primeiro passo no growth hacker é rastrear as atividades que contribuam para o aumento do ROI, mesmo se eles não fazê-lo imediatamente. Por exemplo, visitas ao seu site podem não gerarem uma venda cada vez dinâmicas, mas tenha certeza que mais visitas irão gerar mais vendas. Um aumento de tweets favoravelmente mencionando o seu produto pode não fazer o anel de caixa registadora, mas pode ajudar as vendas ao longo prazo.

Agora, que você tem todas as etapas envolvidas em uma venda, desenvolva métricas para avaliar cada uma delas. Por exemplo, o estágio de consciência pode envolver a mídia social, busca orgânica, referências, publicidade… Determinar onde você está em cada elemento. Criar uma meta para cada elemento.

Growth Hacking: usando Big Data para gerar resultados aplausíveis e alinhar todas as suas expectativas e resultados.


Agora, tentar analisar a contribuição de cada elemento para conversão – chamamos isso de modelagem de atribuição e o gráfico acima mostra alguns caminhos para a conversão de um determinado produto.

O Google Analytics tem uma opção de funil que ajuda com isso, se você está vendendo através de seu website. Se você está vendendo através de uma loja de qualquer espécie, use os dados existentes para mapear suas atividades de marketing anteriores para as suas vendas de ano-sobre-ano (ou usar outros meios para refletir a sazonalidade inerente em suas vendas).

Em seguida, determinar se existem etapas antes de cada elemento que faz uma contribuição significativa para as vendas. Por exemplo, o tráfego pelo social é uma função de engajamento e conteúdo. Então, se social, faz um grande impacto sobre as vendas, incluem metas para estes elementos, bem.

O dashboarding

Uma vez que você sabe o que contribui para o crescimento, agora você está pronto para fazer o crescimento.

Desenvolva um painel que reúne todas as métricas críticas para o crescimento.

Qualquer analista de negócios competente pode fazer isso. O segredo é ir além dos dados e relatórios de rotina para realmente entenderem seus clientes.

Experimente um pouco mais e mais. Você tem grandes dados, para que possa analisá-lo de muitas maneiras.

Em seguida, tentar coisas novas com base na sua análise de dados, mas acompanhe o que você mudou e como isso impactou os seus resultados.

Obrigado por mais uma leitura, presença VIP e que eu possa cada vez mais lhe ajudar em seus propósitos e ser solução aos seus problemas.

Café com ADM

Café com ADM

#63
Tudo que você precisa saber para cuidar melhor do seu dinheiro
Neste episódio, Leandro Vieira conversa com o planejador financeiro pessoal Rafael Pires sobre como poupar para investir sem cair em armadilhas.
Café com ADM #63 Tudo que você precisa saber para cuidar melhor do seu dinheiro
00:00 00:00
Confira outros episódios


Administradores
Administradores

O login deve conter apenas "letras" (minúsculas), "números" e "_". Ele será usado para lhe identificar no seu perfil.

Entre com a sua conta

Administradores
Administradores

Torne-se um Administrador
Premium por apenas
R$ 29,90 mensais

Ou cadastre-se com: