Por que avaliamos o desempenho de uma forma errada?

Você avalia o desempenho como causa ou consequência? Aliás, o que é desempenho?

Paulo H Donassolo

Às vezes parece loucura e eu não consigo entender e nem explicar, mas as pessoas dão um valor exagerado ao DESEMPENHO, sem sequer saber O QUE ou o POR QUE estão fazendo isso. Explico.

Começo a explicar perguntando: o que é DESEMPENHO?

Sempre que fiz essa pergunta para meus alunos(as) e para gestores(as), recebi como resposta essa sequência de palavras:
Desempenho é .... consequência do trabalho, ...é para ser atingido, ...é resultado, ...é meta, ...é o objetivo, ...é o caminho para o sucesso, ...é onde chegar, ...é o que a empresa ou o chefe quer, ... dentre outras menos votadas.

Poucas vezes conseguimos fechar a questão rapidamente sobre o significado do desempenho. Pois bem, é sobre isso que eu quero falar!

DESEMPENHO é a CONSEQUÊNCIA, é o ponto chegada de um caminho que foi trilhado, suas escolhas e ações.

O que "pega" é que geralmente cometemos o erro de olhar para o desempenho de uma forma binária: sim/não ou atingiu/não atingiu. E é aqui que reside o maior problema.

Lá na década de 40 do século passado surgiram os primeiros computadores. Eles ocupavam andares inteiros de edifícios e eram tão potentes quanto sua calculadora de 4 operações. Eram operados por pessoas que, literalmente, entravam dentro deles e ficavam ligando e desligando interruptores, que nada mais eram do que os comandos para a máquina. Da surgiu o estágio binário ligado/desl

igado.

AVALIAR o desempenho de uma forma BINÁRIA - atingido/não atingido - é uma SIMPLIFICAÇÃO perigosa porque leva à análise apenas o ponto de chegada. Olha perigosamente para o espelho retrovisor e pior, com atraso. Você certamente conhece alguma empresa onde o resultado do mês anterior é avaliado lá pelo meio do mês seguinte, não conhece? Bom, vou explicar porque esta forma de avaliar o desempenho  é um erro.

Imagine que você precisa se deslocar da cidade A até a cidade B e precisa estar lá no máximo as 14:00 de amanhã. Se você conseguir chegar dentro do horário, o desempenho, como resultado, foi atingido. Se não conseguiu...

Pois bem, a questão que eu quero colocar é: COMO esse desempenho foi atingido? Com que ESFORÇO? A que CUSTO? Quais os trade offs: O que você perdeu ou deixou de lado para chegar a esse desempenho? Foram as melhores escolhas?

Você pode ter escolhido o caminho da auto estrada, asfaltado, mais curto e mais confortável. Você pode ter escolhido sair mais cedo de casa para chegar com calma e ainda parar para um café no caminho ou ir apreciando a paisagem e, mesmo assim, chegar a tempo. Ou você pode ter escolhido um caminho off road, mais legal, emocionante, desafiador, mas mais duro, cheio de pedras, com solavancos, atoleiros e que dá mais trabalho. Você pode ainda optar por sair em cima da hora e precisar correr mais, pode brigar com aquele motorista mais lento ou pode ficar parado na estrada porque houve um acidente, ou levar uma multa, talvez. Você escolhe o caminho e como irá percorrê-lo.

Em todos os casos você chegou na cidade a tempo do seu compromisso. Mas consegue perceber que algumas opções podem ser muito mais tranquilas do que outras?

Pois bem, Desempenho é a CONSEQUÊNCIA das ESCOLHAS e das AÇÕES realizadas. É a CONSEQUÊNCIA do PLANEJAMENTO ou da FALTA de planejamento e da EXECUÇÃO ou da NÃO EXECUÇÃO do que foi pla

nejado.

Olhar para o DESEMPENHO de uma forma atingido/não atingido é uma forma imediatista e simplista de avaliar algo tão importante para a sequência da vida da empresa e das pessoas.

Voltando ao exemplo do seu deslocamento da cidade A até B, o desempenho deve ser avaliado levando-se em consideração as escolhas: qual estrada, que horas vou sair, qual carro, que velocidade, quantas paradas, etc; deve-se levar em consideração se a execução foi feita de acordo com as escolhas previamente definidas: saí na hora que havia pensado, use as estradas que defini, fiz as paradas que deveria; etc, para só depois usar a lógica binária atingiu/ não atingiu.

Relação CAUSA x CONSEQUÊNCIA.

Percebeu?

O que fazemos geralmente é o CONTRÁRIO: INICIAMOS a avaliação PELA CONSEQUÊNCIA - chegou não chegou - e, pior ainda, se chegou ao desempenho esperado, consideramos como desafio atingido e passamos para o próximo. Se não chegou  talvez façamos algum tipo de investigação para entender um pouco mais o “por que”. Mas muitas vezes o que encontramos são explicações e justificativas vagas (Crise, economia, concorrência, preço, qualidade,"o outro", "forças ocultas"...). Raramente desenhamos e executamos um PLANO para que o desempenho abaixo do esperado não volte a acontecer.

DESEMPENHO É CONSEQUÊNCIA do PLANEJAMENTO e da EXECUÇÃO.

Quando você for avaliar o desempenho de alguém ou de uma empresa, avalie como o planejamento elaborado e a forma com que esse planejamento foi executado.

Isso é ouro puro (ou bitcoins, diriam alguns).

Pense na relação CAUSA X CONSEQUÊNCIA.

Pense em desempenho como CONSEQUÊNCIA. Pense no caminho como a CAUSA. Só chegamos a esse desempenho PORQUE planejamos e fizemos tais e tais coisas de tal e tal forma, e corrigimos tais e tais pontos e... .Ou não chegamos ao desempenho PORQUE fomos para a ação sem um planejamento ou o porque não fizemos um plano adequado ou não executamos o plano ou formos surpreendidos por aquele fator externo específico e não conseguimos reagir... Mas iremos nos preparar para que isso não aconteça no futuro elaborando o seguinte plano...

AVALIE DESEMPENHO PENSANDO NA RELAÇÃO CAUSA X CONSEQUÊNCIA.

É simples de fazer e vai mudar a sua vida. É sério.

Café com ADM

Café com ADM

#55
Authentic Games: lições de sucesso de um youtuber
Neste episódio, Leandro Vieira conversa com Marco Túlio, criador do canal Authentic Games, um fenômeno do Youtube com mais de 11 milhões de inscritos.
Café com ADM #55 Authentic Games: lições de sucesso de um youtuber
00:00 00:00
Confira outros episódios


Administradores
Administradores

O login deve conter apenas "letras" (minúsculas), "números" e "_". Ele será usado para lhe identificar no seu perfil.

Entre com a sua conta

Administradores
Administradores

Torne-se um Administrador
Premium por apenas
R$ 29,90 mensais

Ou cadastre-se com: