Mais comentada

Desemprego: como por fim nesse pesadelo?

Diante deste cenário alarmante de desemprego no Brasil, é cada vez mais evidente a dificuldade dos profissionais se recolocarem no mercado de trabalho

Dilma Rodrigues, www.administradores.com,
iStock

População de desempregados subiu para 11,4 milhões e bateu recorde. A taxa é a maior registrada pela série histórica do indicador, que teve início em janeiro de 2012.

Diante deste cenário alarmante de desemprego no Brasil, é cada vez mais evidente a dificuldade dos profissionais se recolocarem no mercado de trabalho, até em função da quantidade de pessoas que passaram a disputar a mesma vaga.

Por conta disso, é necessário fazer bom uso do tempo que terá livre. Amplie seu networking e reavalie suas metas profissionais e pessoais. Abaixo apresentamos dicas importantes para ingressar no mercado de trabalho:

1) Ajuste seu currículo

O CV deve ser apresentado com informações objetivas, no máximo 2 folhas. Basicamente um CV deve constar as seguintes informações:

- Dados pessoais (nome, idade, endereço, telefones e e-mail). Evite incluir e-mail com apelidos ou nomes informais.

- Objetivo ou cargo pretendido: Nesse campo, fuja de incluir diversos cargos ao mesmo tempo, como “Objetivo: Administrativo, financeiro, comercial e atendimento”, falta de foco demonstra desespero. Além disso, adapte seu CV para que as suas experiências, cursos e diferenciais sejam condizentes com o cargo pretendido, se busca algo voltado na área de estética, retire suas experiências no setor de logística.

- Formação acadêmica: Inclua suas formações em ordem da mais atual para a mais antiga. Se já possui pós-graduação cite-a juntamente com a graduação. Não é necessário incluir as graduações anteriores, exceto se for um diferencial com relação ao cargo que almeja.

- Principais experiências profissionais: Apresente em ordem da mais recente para a mais antiga. Recomendamos citar até três experiências (as mais atuais e as preponderantes). Mantenha mais do que isso apenas se for essencial á vaga que se disputa. Seja sucinto e claro com relação ás tarefas que ocupava, destaque as principais. Ressalte implantações e/ou participação de projetos as quais teve envolvimento.

- Outros cursos e aprimoramentos: Destaque os relevantes e que condizem com a vaga que deseja. Dê relevância aos idiomas estrangeiros apenas se já realizou cursos, caso contrário, é melhor manter o seu CV sem essas informações do que manter “inglês ou espanhol básico”.

2) Adeque suas redes sociais

A probabilidade dos recrutadores acessarem as suas redes sociais é altíssima, assim sendo, atenção ao que se segue e nas inserções dos posts, favoritismos e fotos.

Dê preferência a fotos familiares, sem exposição alcoólica e excessos. Evite fotos com roupas inadequadas e com dizeres que denigram qualquer imagem. Acredite que os recrutadores se apegam ao universo virtual para conhecer melhor os seus candidatos.

3) Recicle-se

Todos os postos certamente exigem um conhecimento contínuo dos profissionais. Nesse contexto, mesmo que esteja com poucos recursos financeiros para investir em cursos e treinamentos, dê TOTAL prioridade a vivenciar essa realidade.

Há diversas entidades que fornecem cursos e palestras gratuitos. Além do que, na Internet é possível obter uma vastidão de dados acerca de qualquer assunto. Certifique-se em acessar páginas que tenham credibilidade e deixe de lado o marasmo. Sem dizer em livros, revistas, televisão e jornais. Se contextualize em compreender o que está acontecendo no mundo e quais as suas demandas.

Outro fator relevante é o marketing pessoal. Há diversas palestras e sites onde coachings e psicólogos tratam dessas questões.

4) CV certo para as vagas certas

Observe como e onde você está disponibilizando seu currículo. Se não receber nenhum convite de entrevistas em cerca de 10 (dez) dias, é sinal de alerta e você precisa encontrar novas estratégias. Além de sites de recrutamento, há também o Linkedin que é ótimo (que é uma rede social com foco mais profissional).

Se você é um profissional liberal (contador, médico, advogado, etc.) pode recorrer ao banco de dados das respectivas entidades sindicais dessas categorias, porque muitos empregadores recorrem a esses recursos específicos.

Evite disparar seu CV sem critério, para não vulgarizar o seu perfil e não se frustrar. O ideal é encaminhá-lo as vagas que estejam coerentes.

Além disso, não sinta preguiça em responder os questionários prévios que muitas empresas colocam nos sites de recrutamento, eles são filtros vitais que podem ou não direcionar o seu CV nas mãos do recrutador.

5) Entrevista

Ao ser convidado para uma entrevista, procure obter maiores detalhes sobre a história da empresa, como por exemplo, acessar o seu site. Entenda o mercado em que atua, seus clientes e se possível os seus concorrentes.

Demonstre empatia no ato da entrevista, mantenha as mãos sobre a mesa, se comunique com uma voz firme e suave. Olhe nos olhos do recrutador, mas sem ser intimador. Mantenha um sorriso e confiança no rosto.

Evite viver o luto do desligamento da empresa anterior, se queixar dos líderes anteriores e abrir números e informações confidenciais acerca de suas antigas experiências. O recrutador poderá pensar que você fará igual sobre a empresa dele, em outra ocasião.

Ouça com calma e atenção todas as informações que o entrevistador fornecer e se atente principalmente sobre as principais necessidades que eles estão vivendo no momento. Procure se apegar nessa carência e demonstrar seus principais diferenciais.

Procure passar as informações que você já sabe da empresa durante a conversa e agregar isso aos seus pontos fortes.

Previna-se para não denegrir sua própria imagem, se foque nos seus pontos fortes e diferenciais. Lembre-se, ninguém é perfeito, mas não é por isso que você precisa dar destaque ao que não te valoriza.

Fale o necessário, respondendo as indagações de forma objetiva e clara e não faça perguntas tipo, “vocês emendam feriados, como funcionam as férias aqui, tem vale alientação”.

Demonstre que está preparado portando calculadoras, tablets e tabelas, conforme o cargo almejado.

As entrevistas levam em média alguns minutos, por isso transmita o melhor de si nessa ocasião única, para passar a mensagem e garantir um lugar de destaque.

Dilma Rodrigues - sócia-diretora da Attend Assessoria, Consultoria e Auditoria S/S , está à disposição da imprensa.