5 conselhos marqueteiros que você precisa seguir na sua pequena empresa

Preste atenção a essas recomendações para transformar o seu pequeno negócio em uma grande empresa de sucesso

Claire Crowther , Administradores.com,
iStock

Criar uma empresa do zero e torná-la grande não é uma tarefa fácil. Hoje, é cada vez maior o número de brasileiros que investe na oportunidade de ter um negócio próprio, ainda que sem o capital necessário. Nessas situações, cada centavo economizado conta e ter a estratégia correta para chegar nos seus clientes se torna fundamental.

É justamente aí que entra em cena o trabalho dos profissionais especializados em marketing. Eles existem para fazer “mais com menos”, ou seja, criar estratégias para otimizar a utilização do seu dinheiro de forma que cada real investido possa trazer o máximo de retorno possível.

Claro, essa não é uma ciência exata. Existem uma série de fatores a serem levados em consideração e as probabilidades podem mudar da noite para o dia, seja contra você ou a seu favor. Para quem está começando, nem sempre é possível também contar com uma verba grande destinada para a propaganda e a publicidade.

Por isso, nada melhor do que ficar de olho no que os profissionais têm a dizer e tentar, da melhor forma possível, colocar em prática os seus ensinamentos. Aqui, listamos 5 conselhos que os marqueteiros dariam para que você possa ter sucesso na sua pequena empresa.

1 – Saiba para quem você está vendendo

É claro que o objetivo de qualquer empresa é vender sempre o mais número possível de produtos para quantos clientes forem precisos. Porém, na hora de divulgar o seu trabalho, é preciso ter em mente que quantidade não é sinônimo de qualidade. Em outras palavras, é melhor ser específico do que atirar para todos os lados.

Ao saber exatamente qual é o seu público-alvo você aumenta as suas chances de conversão. Ou seja, você não precisa atingir todas as pessoas que moram no bairro em que o seu estabelecimento se encontra, mas sim aquelas que realmente teriam intenção de comprar os produtos que você vende.

2 – Use a abuse da internet como ferramenta de divulgação

Uma das grandes vantagens que temos hoje em dia é a possibilidade de usar a internet para divulgar o nosso trabalho. Redes sociais como Facebook ou Instagram são completamente gratuitas e podem fazer com que a sua mensagem chegue em mais pessoas. Claro, se você puder investir um pouco, melhor.

No entanto, muitas vezes é o trabalho de formiguinha mesmo, conversando com seus clientes um a um que vai fazer a diferença. Portanto, pesquisa dicas de divulgação via redes sociais e separe alguns minutos do seu dia para fazer valer a sua presença online. Quem sabe dali não virão os seus mais novos clientes?

3 – Tenha uma identidade visual

Repare uma coisa. Quando você pensa no produto de uma grande empresa, pode ser que o logotipo dela nem esteja estampado no item em questão, mas ainda assim você sabe a qual empresa ele pertence. Companhias como Coca-Cola, Apple, Nike e muitas outras são campeãs em conseguir transmitir essa sensação.

Isso é possível graças ao forte trabalho de identidade visual que essas empresas possuem. Você também pode fazer isso mesmo que esteja utilizando uma ferramenta para criar logotipo. O importante é que você mantenha as fontes e o mesmo estilo em materiais como folders, cartões de visita, embalagens de entrega, sacolas e onde mais a sua marca puder estar presente.

4 – Busque parcerias

Você já ouviu falar daquela história que muitas vezes o cliente que procuramos está do nosso lado, mas não encontramos uma forma de falar com ele e ele ainda não enxergou que temos o produto em questão para vender? Situações como essas são mais comuns do que você imagina e, por isso, uma das maneiras de trazer essas pessoas para perto de você é por meio do diálogo.

Se o seu negócio está começando agora, tire uns minutos por dia para visitar os comércios vizinhos ao seu. Veja de que maneira você pode firmar parcerias com eles de forma que todos saiam ganhando. Por exemplo, se você tem um restaurante, pode ser uma boa ideia oferecer um desconto de 10% aos funcionários de um escritório que esteja próximo.

5 – Mostre os seus diferenciais e se destaque

Quantos comércios existem na mesma região em que você está e que vendem o mesmo produto que você? Se a resposta foi algo acima de “dois”, então você vai precisar se esforçar bastante para conseguir se destacar. Existem várias formas de fazer isso e elas vão desde um atendimento de primeira linha até preços promocionais em seus produtos.

No final das contas, qual será o diferencial importa menos do que o fato de você não ter um diferencial. Há clientes que preferem pagar mais caro para ter um atendimento acima da média, enquanto outros se importam mais com o preço do que com a qualidade de um item. Tudo é uma questão de perceber o que o seu público prefere e oferecer a eles todas essas soluções.

Paciência e persistência

Por fim, vamos falar aqui de algo que não é um conselho de marketing propriamente dito, mas que vai ajudar você em seu negócio seja ele qual for. Você vai precisar ter um planejamento, saber ao certo onde quer chegar, quanto pretende faturar e quanto pode gastar por mês. Esses itens são básicos para qualquer empreendedor.

Contudo, apesar de isso já ser muita coisa, só isso não basta. Você terá que ter muita paciência e persistência para que as coisas deem certo. Muitas vezes você vai tentar e vai errar, mas é somente errando que você vai aprender. Não desanime e saiba que muitas vezes você vai enfrentar dias difíceis.

Porém, aos poucos a sua marca vai de consolidando e você perceberá que tudo começou a entrar nos eixos. Na maioria das vezes, o sucesso é uma questão de tempo.

Claire Crowther — Content & Communications Manager da LogoMaker, onde escreve, edita e cria todos os tipos de conteúdo. No mundo do marketing, ela está especialmente interessada em conteúdo global e branding.