Depois das férias, o trabalho: veja como voltar ao ritmo o mais rápido possível

Especialistas dão dicas de como não perder tempo no retorno das férias. No primeiro dia, organização é a palavra-chave

Camila F. de Mendonça, InfoMoney,

Tirar aquela folga do trabalho é saudável. Tocar projetos pessoais, fazer aquele curso que estava na agenda há tempos, descansar, viajar. Durante as férias dá para renovar as energias. Mas na hora da volta existem profissionais que demoram um pouco para retomar o ritmo de trabalho.

 

Se isso acontece com você, não se culpe. Especialistas ouvidos pelo InfoMoney afirmam que essa sensação de improdutividade e até certa lentidão para executar tarefas e tomar decisões é normal, principalmente entre aqueles que ficam muito tempo fora da empresa. São poucos os profissionais que voltam com toda a energia logo no primeiro dia.

 

Isso não significa que você pode utilizar essas constatações como justificativa para continuar em marcha lenta. Ao contrário, é preciso se organizar a fim de voltar ao ritmo de antes das férias o mais rápido possível para não comprometer a produtividade e o desempenho profissional.

 

Primeiros passos


Depois das férias, os especialistas concordam que, em no máximo três dias, o profissional já está readaptado. A questão do retorno, dizem, não é só uma questão de planejamento, mas física também. Durante o tempo de folga, acordar e dormir tarde acaba virando rotina e dificulta ainda mais a volta ao trabalho. Por isso, dois dias antes tente colocar o relógio nos horários de antes das férias.


No primeiro dia, organização é a palavra-chave. Para evitar desconfortos no ambiente de trabalho, confira o que dizem especialistas da área de Recursos Humanos para que o retorno seja saudável. Não perca tempo.

 

Andrea Kuzuyama, gerente da V2 Recursos Humanos - Para Andrea, o profissinal deve traçar prioridades logo no primeiro dia. Caso contrário se sentirá perdido. “O primeiro dia é difícil, mas o ideal é que o profissional busque saber os projetos que estão sendo tocados pela equipe e conhecer em que ponto eles estão”, afirma. “O mais importante é fazer uma lista de prioridades e conversar com o líder”.


Karla Mara Alves de Oliveira, consultora de Planejamento de Carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos - A consultora destaca que o profissional deve tentar organizar as atividades assim que retornar. A conversa com o líder deve ficar para depois. “É preciso que o profissional primeiro interaja com a equipe para saber o que ocorreu durante sua ausência para se organizar”, diz. “A conversa com o líder deve ocorrer depois dessa organização porque assim o profissional já sabe como estão os projetos e tem alguma ideia do que deve priorizar”. 

 

Juliana Saldanha, consultora de Recursos Humanos do Grupo Soma Desenvolvimento Corporativo - Se atualizar sobre o andamento dos projetos também é ressaltado pela consultora. “Só assim o profissional vai ser inserido novamente no ambiente de trabalho”, afirma. Juliana também destaca a questão física como fundamental para um bom retorno. “Cada pessoa tem um ritmo diferente, mas o sono afeta o desempenho, principalmente na primeira semana após o retorno”.

 

Michael Arloski, especialista norteamericano em couching de bem estar, palestrante convidado pela ABQV (Associação Brasileira de Qualidade de Vida) para 10º Congresso Nacional de Qualidade de Vida - Para Arloski, o importante no retorno é tentar manter o sentimento de bem estar que o profissional teve durante as férias. “Quando voltar, lembre-se dos momentos bons e os estenda para o ambiente de trabalho”, afirma. Com essas lembranças, acredita, o profissional conseguirá trabalhar de modo mais efetivo. Com isso, voltar a ter o ritmo de antes é uma questão de tempo.

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

Tags: carreira férias organização