Este casal virou febre no Youtube usando os filhos em pegadinhas e se deu mal; entenda história

O DaddyOFive tem mais de 760 mil inscritos recebia entre US$ 200 mil e US$ 350 mil por ano com publicidade

Redação, Administradores.com,
iStock

Após muita polêmica envolvendo pegadinhas agressivas e exploratórias, o casal Mike e Heather Martin, donos do canal do YouTube DaddyOFive, perderam a guarda de dois de seus filhos.

O casal utilizava os cinco filhos — todos menores de idade — para ganhar visualizações em seus vídeos. O problema é que o método utilizado por eles era um tanto quanto agressivo. Por vezes, as crianças eram vítimas de pegadinhas e terminavam os vídeos chorando ou, em alguns casos, com marcas físicas em seus corpos. 

De acordo com a BBC, o casal disse que as reações não eram abusivas e que muitas delas eram encenadas, ou seja, as crianças estavam atuando e já sabiam que se tratava de uma pegadinha.

Em resposta, o casal apagou os vídeos do YouTube e postou um pedido de desculpas dentro do YouTube. Ao todo, o DaddyOFive tem mais de 760 mil inscritos recebia entre US$ 200 mil e US$ 350 mil por ano com publicidade, segundo a BBC.

Vale ressaltar que ambas as crianças eram adotadas pelo casal Mike e Heather Martin. Com a decisão judicial, Rose Hall — mãe biológica dos pequenos — recuperou a guarda de Emma e Cody.

"Fiquei com o coração partido e perturbada ao ver meus filhos serem abusados", disse a mãe biológica do casal.




Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração