O que afeta o valor da criptomoeda

Esta moeda inovadora está mudando a forma como o público lida com os seus negócios e como interagem com o dinheiro em geral

istock

A tecnologia que veio para revolucionar o mercado financeiro com a introdução de um novo método de pagamento digital: as criptomoedas. Criptomoedas, ou moedas digitais, são definidas por uma moeda gerada de uma forma encriptada que é operada de forma independente de bancos. Esta moeda inovadora está mudando a forma como o público lida com os seus negócios e como interagem com o dinheiro em geral. A novidade da moeda encriptada passou despercebida desde o seu começo em 2009, mas foi em 2017 que uma das criptomoedas mais populares mundialmente, a Bitcoin, teve um crescimento astronômico no seu valor em dólares, chegando a atingir 20 mil dólares por 1 Bitcoin no final do ano. Foi o acontecimento que colocou todo o mundo de olho nas moedas digitais e, desde então, o valor dessas criptomoedas têm aumentado junto à sua popularidade como um todo. Mas afinal, o que afeta o preço das criptomoedas?

1 - Especulação
Os investidores em geral sabem como especulação pode afetar drasticamente o valor de moedas digitais, fazendo o preço de qualquer criptomoeda oscilar repetitivamente ao longo de um dia. A especulação faz com que a venda e compra seja feita de forma rápida, não permitindo que o valor da moeda encriptada seja mantido por muito tempo. Investidores experientes saberão como trabalhar nestas circunstâncias, mas a verdade é que trocas baseadas em especulações têm um grande impacto no mercado.

2 - Hacks
Desde o início da Bitcoin até ao aparecimento das mais recentes criptomoedas, hacks continuam a ser um dos maiores problemas para investidores de moedas digitais. Cada vez que o sistema ou uma plataforma de troca de criptomoedas é hackeada, uma queda no valor da criptomoeda ocorre. Ataques a plataformas de troca de criptomoeda para dinheiro já contaram com quedas de 10.8pc em apenas minutos!

3 - Novas criptomoedas
Novas moedas digitais têm aparecido no mercado diariamente. A mais popular é certamente a Bitcoin, mas outras criptomoedas como a Litecoin (LTC), Ethereum (ETH), EOS e Zcash (ZEC), são outros exemplos de moedas digitais que estão marcando presença. No entanto, com o aparecimento de tantas novas moedas encriptadas, o valor das criptomoedas atuais tendem a oscilar. Ainda assim, preços de criptomoedas como a EOS têm grandes expectativas até ao final do ano, prevendo-se que esta alcance o valor de 30$ por moeda. Esta moeda, que acaba por ser completamente descentralizada, tem estatísticas promissoras de um rendimento anual a rondar os 170%, esperando-se que 1 EOS chegue a valer mais de 90$ até ao final de 2023.

4 - Regulação
Como qualquer outra nova possibilidade de investimento, as leis tentam acompanhar o desenvolvimento e uso de criptomoedas. Atualmente, nenhum governo de um país tem controle sobre as transações ou qualquer tipo de regulamento que envolva criptomoedas, mas vários países pelo mundo têm feito algumas alterações em suas leis e alguns chegaram a considerar ilegal qualquer atividade referente a moedas digitais. Países como Marrocos, Argélia, Vietnã e Equador proibiram o uso de moedas encriptadas devido a concorrência que estas criam com as moedas nacionais. Por outro lado, a China criou algumas restrições no uso destas moedas, permitindo que o público e negócios privados realizem transações em plataforma de criptomoedas, mas impedindo instituições financeiras de terem o mesmo direito.