Vender milhas e ganhar dinheiro também é assunto de empreendedor

Muita gente deixa de ganhar dinheiro com programas de vantagens simplesmente por não se atentarem ao fato de que, mesmo em menor quantidade, pontos e milhas têm valor comercial e podem ser utilizados ou vendidos

MaxMilhas,
istock

Um dos segredos dos grandes empreendedores é saber gerir todos os seus recursos da melhor forma possível. Alcançar metas e objetivos envolve também encontrar atalhos e oportunidades para economizar ou rentabilizar.

Estar atento às pequenas oportunidades do dia a dia pode fazer a diferença nos seus resultados. Os pontos e milhas acumulados no cartão de crédito são um desses itens que merecem atenção.

Muita gente deixa de ganhar de dinheiro com programas de vantagens simplesmente por não se atentar ao fato de que, mesmo em menor quantidade, pontos e milhas têm valor comercial e podem ser utilizados ou vendidos. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf), 13 bilhões de milhas ou pontos são perdidos anualmente perdidos porque expiram.

Um dos motivos para tanta gente deixar de aproveitar a oportunidade de ganhar dinheiro é a crença em alguns mitos sobre esse mercado. Confira alguns:

"É preciso acumular muitas milhas para poder vendê-las."

Não. Qualquer pessoa com milhas acumuladas pode vendê-las antes de expirarem. Esse é um mercado que tem ajudado muita gente a ganhar dinheiro e ainda colabora para que outras pessoas possam comprar passagens aéreas com desconto.

A MaxMilhas, por exemplo, disponibiliza uma plataforma para negociar milhas pelo preço que o vendedor achar conveniente.

"Apenas cartões de créditos oferecem programas de vantagens."

Atualmente, diversos bancos oferecem a possibilidade de acumular pontos quando compras são realizadas no cartão de débito. Embora o valor acumulado seja menor em comparação ao mesmo valor gasto em um cartão de crédito, vale conferir se o seu cartão ou banco tem este tipo de modalidade.

"Para não perder os pontos, as trocas precisam ser feitas por produtos."

Infelizmente, muitas pessoas, por não conhecerem a possibilidade de trocar milhas por dinheiro, acabam fazendo a troca dos pontos por itens desnecessários e, normalmente, muito mais caros que o valor do mercado só para evitar sair na desvantagem e de mãos abanando. Ao fazer a troca desses pontos por milhas, é possível decidir como gastar o dinheiro de um benefício que você adquiriu.

"Os valores pagos pelas milhas não valem a pena."

Falso. Pelo contrário, vender milhas pode ser tão vantajoso que atualmente algumas pessoas até se intitulam “milheiros”, pessoas que vivem ou se dedicam a acumular e vender milhas. Porém, não é preciso ser um expert para desfrutar desta oportunidade. O melhor é saber que as vantagens das milhas aéreas podem ser utilizadas por qualquer um que esteja cadastrado em um programa de fidelidade de companhias aéreas.

Partindo para ação

Agora que você sabe o quão simples pode ser rentabilizar usando os pontos do programa de fidelidade do seu cartão, acesse a plataforma da MaxMilhas, escolha a companhia aérea da sua preferência ou que seja cadastrado, adicione a quantidade de pontos que quer vender e o valor que deseja para cada mil milhas. Pronto! Agora é só esperar a análise da oferta e, caso aceita, aguardar o dinheiro cair em sua conta bancária após suas vendas. Simples assim.

A MaxMilhas aceita quatro programas de fidelidade nacionais: Amigo (Avianca), TudoAzul (Azul), Smiles, (Gol) e Latam (Multiplus). Além dessas, o site também negocia milhas de 13 programas de milhagem internacionais das companhias Air Canada, Air France, British Airways, Copa Airlines, Delta Air Lines Emirates, Iberia, KLM - Royal Dutch Airlines, Lan, LifeMiles, Singapore Airlines, TAP Portugal e United. Basta escolher uma das empresas para começar a transação.