Seis dicas de como os empreendedores virtuais devem se preparar para o Dia dos Pais

Com a expectativa de alta nas vendas, a oportunidade de os lojistas virtuais fisgarem os consumidores é bastante atrativa; veja como otimizá-las

Redação, Administradores.com,
iStock

Considerada a quarta data mais importante para o varejo, o Dia dos Pais, a ser comemorado neste ano em 13 de agosto, deve movimentar o volume de vendas, em especial no comércio virtual. De acordo com a ABComm, associação que representa o setor, a data deve movimentar R$ 2,07 bilhões. Esse valor representa um aumento de 12% em relação ao ano anterior.

Com a expectativa de alta nas vendas, a oportunidade de os lojistas virtuais fisgarem os consumidores é bastante atrativa. É estimado que nada menos do que 5,99 milhões de pedidos sejam realizados para a data. Pensando nisso, buscamos a opinião de especialistas sobre como os lojistas e empreendedores virtuais devem se preparar para otimizar as vendas no Dia dos Pais. Veja:

Segmente a base e seja criativo
Ao segmentar a base de dados, é possível ser mais assertivo no direcionamento de ofertas. Utilizar a criatividade atrelada à tecnologia também pode ser um grande atrativo. “Geralmente, quem possui 20 anos não gasta o mesmo valor que uma pessoa de 40. É importante que o lojista possua ferramentas comportamentais atreladas ao site e ofereça as melhores opções para o público certo”, afirma Victor Popper, diretor geral da All iN Marketing Cloud. “Manter o foco no conteúdo dos e-mails, por exemplo, com dicas de presentes, jogos, quiz ou histórias relacionadas aos produtos, auxilia consumidores indecisos na hora da escolha”, finaliza Popper.

Estoque, estoque e estoque
Para atender a demanda, é essencial que os lojistas virtuais estejam preparados para o aumento no fluxo de vendas. “Todas as datas sazonais criam uma expectativa muito grande por parte do comprador. Os lojistas devem estar em dia tanto com o estoque quanto com a logística. Utilizar embalagens personalizadas ou enviar mimos que surpreendam, são estratégias positivas para a marca, que pode conquistar e fidelizar o consumidor com uma ação simples, mas que exige organização”, afirma Willians Marques, diretor-geral da Tray, unidade de e-commerce da Locaweb.

Marketplaces como alternativa
Carlos Alves, diretor de marketplace do Magazine Luiza, acredita que ser multichannel pode auxiliar os empreendedores. “Atualmente, existem diversos marketplaces, cada um com suas particularidades. É primordial que os estabelecimentos estejam preparados para atuar em todos simultaneamente, por meio de uma excelente gestão de estoque e administração. Como resultado, o fluxo de vendas é potencializado e o lucro do e-commerce vai crescer ainda mais.”

Clubes de assinatura podem aproveitar a data para crescer
Clubes de assinatura são uma nova tendência no comércio virtual. Para os empreendedores, é uma opção interessante, pois gera renda recorrente por um baixo custo de manutenção de clientes. Aproveitar as datas comemorativas pode ser a sacada para atrair novos assinantes. “Criar kits temáticos funciona como um incentivo para que os usuários façam uma assinatura mensal. Além disso, oferecer benefícios como descontos em lojas parceiras ou assinaturas e brindes extras atrai novos consumidores e fideliza os antigos. Para aproveitar a sazonalidade, é primordial que haja uma opção para que o usuário possa presentear outra pessoa, juntamente com uma mensagem personalizada”, afirma Luan Gabellini, sócio-fundador da Betalabs, empresa especializada em sistemas de gestão e plataformas de e-commerce.

Reforce a experiência do consumidor
Sendo uma das datas mais importante para o comércio eletrônico, os canais de interação dos varejistas com os consumidores devem ser reforçados para que estes possam ter uma melhor experiência de compra. “As lojas virtuais devem contar com recursos para oferecer a melhor experiência para seus consumidores, que eles possam contar com jornadas adequadas a cada necessidade e a cada contexto. Sem dúvida o correto uso do Customer Experience (CX) é diretamente ligado a melhores resultados", avalia Rouman Ziemkiewicz, CSO/CMO da Mutant, empresa brasileira com foco em CX.

Atenção redobrada
Com o alto volume de vendas em períodos comemorativos, abre-se uma brecha para que golpistas efetuem ações fraudulentas. “Para diminuir os riscos, é essencial atuar com ferramentas ativas de confirmação de dados em transações on-line, que permitem que o varejista confira telefone, idade, nome de parentes, endereço e signo, informações que o fraudador não terá sobre a vítima”, explica Rafael Albuquerque, diretor comercial da UnitFour, empresa fornecedora de banco de dados para o mercado.

 




Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração