Franquias

Mais comentada

Por que investir em uma franquia de logística pode ser um bom negócio

Brasil tem demanda reprimida no setor, que deve crescer ainda mais nos próximos anos

Publieditorial,
iStock

Logística ainda é um gargalo no desenvolvimento econômico do Brasil. E, para quem pensa em investir no setor, esse é um dado extremamente positivo. Afinal, mostra que existe um mercado com grande demanda reprimida, esperando ser explorado.

É nesse contexto, então, que investir num negócio na área oferece perspectivas para lá de animadoras. Para o Milton, diretor da Kwikasair, empresa do setor que lançou seu modelo de franquias em 2016, esse é o melhor momento para investir no setor. O empresário acredita que há espaço para crescer nesse meio, que tem necessidade de serviços de qualidade e grande alcance.

Para se ter uma ideia, segundo a Associação Brasileira de Operadores Logísticos, o faturamento do setor ultrapassa os R$ 44 bilhões ao ano. Dados da Fundação Dom Cabral mostram também que quase 12% da receita das empresas em 2015 foi gasto com transporte e armazenagem.

Uma franquia de logística

Dois modelos de negócio predominam nesse mercado: as transportadoras que atuam com marca própria e as que trabalham com rede de franqueados. Na primeira opção, o empreendedor trabalha diretamente com a coleta e entrega de encomendas em regiões nas quais consegue instalar um centro de distribuição ou através de parcerias com terceiros. Já nas franquias, a operação pode ter maior alcance, com qualidade padrão.

“Donos de transportadoras geralmente não conseguem atender todos os estados brasileiros. Trabalhando em rede, esse empreendedor consegue ampliar seu alcance garantindo qualidade de serviço”, destaca Costa.

Além de uma estrutura já organizada, atuar no segmento de logística por meio de franquia traz também como grande vantagem o baixo investimento inicial. Podendo ser, inclusive, uma boa oportunidade para quem já está no ramo. Uma transportadora de médio ou pequeno porte, por exemplo, pode aproveitar que já tem estrutura e know-how e aderir a uma rede franquias para expandir sua área de atuação.

As franquias podem ser uma excelente oportunidade de investimento e crescimento, também, para os motoboys. Eles podem passar de profissionais liberais a microempresários, investindo em um modelo mais simples desse negócio e, com suas motos e seus smartphones, podem coletar e distribuir mercadorias. Através do sistema KWMobyle.

A Kwikasair

A Kwikasair é um exemplo de empresa de transportes e logística que trabalha no modelo de franquias. Ela funciona em três modelos de negócio: microfranquia, loja e centro operacional.

Na microfranquia e na loja, o franqueado faz o atendimento de clientes, coleta e entrega de encomendas na sua região, além de encaminhar pacotes para o centro operacional mais próximo.

No centro operacional, além do atendimento ao cliente, é feito o trabalho de encaminhar as encomendas para outras localidades, para então serem entregues.

Todos os modelos de atendimento estão disponíveis para franquia, conforme as possibilidades de investimento e desejo de atuação de cada potencial franqueado. Seja qual for a escolha, exigirá dedicação, organização e padrão de qualidade.

Acesse e conheça: http://www.kwikasair.com.br/.




Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração