Mais comentada

Mercados vão cortar quase à metade uso de 'sacolinhas'

Meta é reduzir uso de plástico em 40% até 2015; cliente deve preferir sacola reutilizável

R7,

As sacolas de plástico para carregar as compras devem ficar mais raras nos supermercados. A meta da Abras (Associação Brasileira de Supermercados) é diminuir quase pela metade a utilização das sacolinhas nos próximos quatro anos.

 

O projeto visa à preservação do meio ambiente. Uma sacola plástica comum de supermercado demora ao menos 100 anos para se decompor completamente.

 

Até 2013, os associados da Abras se comprometeram a reduzir o uso do plástico em até 30%. Nos dois anos seguintes, a meta é chegar a 40% do que é usado hoje nas lojas. No ano passado, o país fabricou ao menos 18 bilhões de sacolinhas.

 

Sussumu Honda, presidente da Abras, diz que a iniciativa tem como objetivo conscientizar o consumidor para o uso de sacolas reutilizáveis (de pano, por exemplo) e incentivar mais a reciclagem de materiais plásticos.

 

"A sustentabilidade é um tema muito importante para os supermercados. A Abras se propõe a ser parte da solução deste problema e também ser multiplicadora do consumo consciente".

 

Ele defende que os mercados passem a eliminar gradualmente a distribuição gratuita de sacolas plásticas. Para Honda, a ideia não é cobrar pelas sacolas, mas incentivar o uso de materiais reutilizáveis. 



Tags: meio ambiente sacola reutilizável sacolas plásticas sustentabilidade

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração