Mais comentada

10 livros sobre inovação que você precisa ler

Quer saber mais sobre como desenvolver uma cultura de inovação na sua empresa? Essa lista vai te ajudar

3M Inovação,
Divulgação
  1. O desafio da inovação

Vijay Govindarajan e Chris Trimble, autores de diversos livros e artigos sobre inovação empresarial, trazem o fruto de mais de dez anos de pesquisas sobre o assunto. Apesar do uso de terminologias conceituais -- como "inovação reversa" -- o livro tem uma abordagem prática. Os autores defendem que a inovação é uma prática a ser utilizada por todas as empresas, sejam elas locais ou multinacionais. O livro também é recomendado para empresários, estudantes e gestores que desejam ter o primeiro contato com o tema.

  1. O dilema da inovação

O professor de Administração na Harvard Business School Clayton Christensen é uma das maiores autoridades do mundo em inovação, com vários estudos de referência na área. Se você ouvir falar de "inovação disruptiva" por aí, saiba que o termo foi cunhado por Christensen e publicado em O dilema da inovação. O autor defende que as empresas devem adotar uma margem de risco para a inovação, evitando o caminho seguro da adoção paulatina de novas tecnologias e abraçando a ruptura. O livro traz conhecimento para empresários que precisam superar o dilema da inovação: ficar próximo dos clientes, mas adotar uma fórmula de gestão para obter crescimento e lucro de longo prazo.

  1. Gestão estratégica da tecnologia e da inovação

Organizado por Clayton Christensen -- citado acima -- o livro traz uma seleção de artigos que abordam a inovação tanto da perspectiva do gestor quanto do ponto de vista organizacional. Apesar de parecer hermético e recheado de teorias, os artigos apresentam também exemplos de tecnologias aplicadas à gestão e inovação nas empresas. É ideal para estudantes de Administração e áreas relacionadas, mas também está ao alcance de empresários e executivos que desejam entender mais sobre o assunto.

  1. A Bíblia da inovação

Este clássico escrito pelo economista Fernando Trias de Bes em parceria com Philip Kotler, considerado o maior guru do marketing, faz justiça ao nome: é o livro sagrado da inovação. Nele são apresentados os princípios basilares para a criação de uma cultura organizacional voltada para a inovação e ensina como estimular a geração de ideias, selecioná-las e colocá-las em prática. Bes e Kotler, com formações distintas e uma colaboração anterior em Marketing Lateral, conferem uma visão ao mesmo tempo plural e unificada sobre inovação.

  1. A estratégia das 3 caixas

Vijay Govindarajan volta à cena com A estratégia das 3 caixas: um modelo para fazer a inovação acontecer. A obra sugere uma metodologia para superar o já citado dilema da inovação: gerir a empresa de hoje e criar a empresa de amanhã, sem esquecer dos problemas acumulados de ontem. O livro tem uma pegada didática, com exercícios sugeridos ao final de cada capítulo, o que o torna acessível para todos os públicos -- especialmente para gestores e executivos que querem dar as cartas no mercado ao invés de apenas reagirem às mudanças que se impõem.

  1. O poder da inovação

Escrito por Luiz Serafim, head de Marketing da 3M no Brasil, o livro se dedica a abordar exemplos práticos de inovação por empresas como a própria 3M, Natura, Unicamp, Google, GE, Petrobras, Pão de Açúcar, dentre outras. Serafim sustenta que uma cultura voltada à criatividade é o principal fator que faz de algumas empresas verdadeiras "máquinas de inovação". Contrariando a ideia de que a inovação é um acidente feliz, ele defende que é necessário desenvolver um ambiente propício e formar lideranças e equipes com fome de inovação.

  1. A inovação destruidora

Com um teor mais histórico, A inovação destruidora, de Luc Ferry, mostra que a inovação não é um conto de fadas que irá presentear a todos. Tecnologias obsoletas, empresas conservadoras e estruturas econômico-sociais inteiras são colocados à prova quando do surgimento de uma inovação disruptiva. E há argumentos históricos para sustentar essa posição. É importante entender como a inovação talhou a sociedade no passado para prever os seus efeitos no futuro -- e, mais importante, antecipá-los.

  1. A máquina da inovação

"É fácil entender o que é inovação; rapidamente reconhecemos uma solução inovadora. Difícil é fazer a inovação acontecer", provoca Charles Bezerra, um dos maiores cientistas da inovação do Brasil, no prefácio de A máquina da inovação. Fugindo da abordagem de cases, teorias e visões sobre inovação -- áreas já cobertas por autoridades citadas nesta lista --, Bezerra foca nos aspectos comportamentais, pensamentos e deduções individuais que levam à inovação.

  1. Dez tipos de inovação

Pragmático e metodológico, Dez tipos de inovação: a disciplina de criação de avanços de ruptura propõe uma maneira de enxergar a inovação e utilizá-la como vantagem competitiva. A obra também reforça que todas as pessoas na organização -- não apenas um setor específico -- devem desenvolver suas habilidades criativas para propor soluções inovadoras. Antes de escrever o livro, os autores analisaram cerca de 2 mil exemplos de inovação aplicados por companhias de ponta, como Dell, Gillette e Toyota, e identificaram padrões que podem ser replicados por qualquer empresa.

  1. Como chegamos até aqui

Steven Johnson mostra o impacto de invenções e inovações ao longo da história e o porquê de elas terem impactado as sociedades de forma tão profunda que hoje não imaginaríamos nossas vidas de outra forma. Em vez de falar de empresas e cases, Johnson escreve sobre produtos e invenções que parecem triviais hoje: vidro, gelo, relógio, luz artificial e gravação de som. O livro, best-seller que frequenta a lista do New York Times, é de fácil leitura e ao mesmo tempo traz uma carga de informações enriquecedora.