Mais comentada

Black Friday: como sair da mesmice

Por se tratar de uma grande queima de estoque, itens mais caros são adquiridos nessa época

André Castilho, Administradores.com,
iStock

É claro que todo mundo está mais do que interessado nas ofertas e descontos da Black Friday e, consequentemente, as campanhas em torno do tema se resumem a anunciar produtos e serviços com descontos. No entanto, lembre-se que a grande liquidação do ano acontece na última sexta-feira de novembro, ou seja: praticamente um mês antes do Natal.

Levando isso em consideração, muitas pessoas já programam as compras de final de ano durante a Black Friday. É comum, assim, que o ticket médio seja mais alto do que em datas como Páscoa, Dia das Mães ou Dia dos Namorados, por exemplo.

Por se tratar de uma grande queima de estoque, itens mais caros são adquiridos nessa época. Pois bem: se as pessoas aguardam a data para conferir os preços e fazer compras, estar estimuladas a comprar é algo muito recompensador. Gerar uma expectativa interessante em torno desse momento pode impulsionar as vendas de itens importantes para os consumidores.

O direcionamento dos departamentos de marketing está diretamente ligado ao anúncio de promoções e à atração de visitas na concorrida disputa pela audiência. Porém, que tal estimular que sonhos sejam realizados? Desde a compra de um eletrodoméstico até um pacote de viagens, muitos são os itens que despertam o desejo das pessoas.

A realização de sonhos é muito relativa, mas sabemos que a Black Friday já se tornou uma data aproveitada por todos os setores. De olho no seu segmento, procure histórias que façam sentido para cada ambiente e círculo de consumo.

Trabalhar duro o ano todo pode significar ter momentos especiais com a família durante as férias. Uma mãe que tem dois filhos trabalhou todos os meses do ano para juntar um dinheirinho. Desdobrando-se entre as crianças, fazendo os trabalhos domésticos e ainda trabalhando fora, ela encontrou um tempo extra para passear com os cachorros do seu prédio. Com a chegada de novembro, aguardou a Black Friday para comprar os materiais e construir a tão sonhada piscina no quintal. Em parceria com os filhos e os descontos da Black Friday, a diversão do verão ficou garantida.

Uma jovem empreendedora sonha em ser chef de cozinha, mas os equipamentos para seu próprio espaço são muito caros. Ao longo do ano, ela fez cursos, melhora sua culinária e se dedica para aperfeiçoar seus pratos autorais. Cozinhando em casa mesmo e vendendo seus produtos, consegue juntar aquele dinheirinho que faltava para montar uma cozinha profissional justamente em novembro.

Deu para pegar o espírito? O segredo é despertar a curiosidade e a imaginação da sua audiência, mostrando todas as possibilidades que os descontos podem trazer. Mas mire no coração, porque aí o caminho até o bolso fica bem mais fácil.

André CastilhoRoteirista e CEO da La Casa de la Madre, produtora de filmes especializada em storytelling.