Como a tecnologia está impactando quem está procurando emprego?

A forma de recrutamento e seleção estão se transformando graças ao processo evolutivo da tecnologia e das mudanças no comportamento da sociedade em geral

Publieditorial,
istock

Foi-se o tempo em que candidatos imprimiam modelos de currículos em folhas de papel e perdiam dias ao percorrer loja por loja para fazer a entrega de seus dados em busca do tão sonhado emprego. A forma de recrutamento e seleção estão se transformando graças ao processo evolutivo da tecnologia e das mudanças no comportamento da sociedade em geral. Mais recentemente, a prática passou a ser feita de modo digital, através da entrega de currículos por e-mail ou até mesmo pela área de contato dos sites das empresas e redes sociais.

No entanto, essa prática sofre constantemente com a má organização e perda de dados durante o processo. Além disso, o avanço tecnológico já permite metodologias mais eficazes e com menos custos, tanto para o candidato, quanto para o empregador. Desse modo, empresas estão se especializando em facilitar a integração entre contratante e contratado e, assim, oferecem serviços de forma prática, rápida, com baixo custo e inteiramente no formato digital, acelerando o processo de contratação e aumentando as suas chances de sucesso.

Para falar mais sobre o assunto e entendermos como o mercado de vagas de emprego está sendo modificado pelo uso da tecnologia nós conversamos com Erik Adami, Diretor do Vagas Online e especialista no assunto.  

Abaixo você confere uma entrevista exclusiva do Administradores com Erik, repleta de dicas sobre como você pode se atualizar e se beneficiar com essas mudanças. Confira:

1) Administradores: Hoje temos sites de emprego e redes sociais com profissionais buscando recolocação. Onde podemos enxergar os maiores avanços?

Erik: Temos um modelo já consolidado de busca de empregos pela internet, com algumas variações de acordo com cada player desse mercado.Contudo, as diferenças tecnológicas acabam sendo sutis, pois o modelo adotado é bastante parecido quando falamos dos principais e mais usados: o candidato acessa o site, pesquisa oportunidades ou vê as que são oferecidas e se aplica. Depende muito da ação humana e requer muita dedicação e tempo do profissional. Esse é um ponto crucial onde empregamos a tecnologia para ter um serviço realmente diferente.

2) Pode nos contar mais sobre como vocês lidaram com isso?

Erik: Sim. Criamos um RPA - Robotic Process Automation. É um processo baseado em inteligência artificial que realiza o matching dos currículos dos candidatos com as oportunidades de emprego anunciadas. O usuário é aplicado automaticamente na maior parte das vagas, respeitando o seu perfil e objetivo. O usuário ganha tempo e maior chance de ser visto, a empresa que está contratando idem.

3) Podemos então entender que apenas a tecnologia é suficiente para a busca de emprego?

Erik: Não, ainda não. A tecnologia neste caso, especificamente, nos ajuda no operacional, automatizando boa parte da operação. Ganhamos tempo, diminuímos o esforço do usuário. Porém precisamos garantir que todas as pontas estejam ligadas. Por isso que aqui criamos o Concierge do Emprego. Funciona como um conselheiro. É a parte que conecta o analógico ao digital. Para que essa tecnologia tenha o melhor aproveitamento, parte do nosso processo é humanizado e então temos o lado tático: um profissional com sólidos conhecimentos tanto no sistema quanto em RH que irá ajudar a avaliar o preenchimento do currículo e configurar o robô que executa a inscrição automática, criando o ambiente ideal para o encontro entre candidato e empresa.

4) Avanços tecnológicos podem resultar em aumento de custo para todas as partes? Isso deve ser uma preocupação no futuro?

Erik: Não, ao menos não deveria. A partir do momento que a tecnologia apoia a realização do operacional, com ganho de tempo e eficiência, temos bons motivos para pensar na redução de custo de todos os envolvidos. Isso pode ser visto na maioria das empresas fornecedoras de diversos serviços na web. Internamente praticamos isso. Nesse mercado, principalmente, não podemos deixar de olhar para a posição vulnerável de um desempregado. Por isso temos uma assinatura absolutamente acessível, equivalente a poucos centavos por dia, apenas para sustentar o desenvolvimento e um time que busca centenas de vagas e empresas que estão contratando todos os dias. Entendemos que nosso serviço pode ir além e promover um importante impacto social. Estamos no caminho.

Você pode conferir mais dicas sobre como obter um maior aproveitamento do seu currículo online no site do Vagas Online, que também disponibiliza uma plataforma repleta de vagas e o cadastro online do seu currículo.