Mais comentada

Dicas para não se endividar durante a Copa

Antes de sair comprando tudo que existe em relação ao tema, é necessário uma reflexão: O que é realmente importante e o quanto posso gastar nessa comemoração?

Reinaldo Domingos, Administradores.com.br,
Está chegando a Copa do Mundo, momento de festa de todas as nações, as pessoas param tudo que estão fazendo para assistirem os jogos e organizam verdadeiras festas para isso, com direito a camisas oficiais, televisão nova, todo aparato tecnológico, bandeiras, buzinas, fazem bolões, compram figurinhas.

Tudo é muito divertido, entretanto, se não houver a devia preocupação, isso tudo pode resultar no desequilíbrio financeiro e até mesmo no endividamento.

 

E não adianta o Brasil ganhar ou não, se o time escalado é ou não de seu gosto; os compromissos que são assumidos neste período poderão ser objeto de futuras inadimplências, isto porque certamente não faziam parte de orçamento financeiro.

 

Assim, antes de sair comprando tudo que existe em relação ao tema, é necessário uma reflexão: O que é realmente importante e o quanto posso gastar nessa comemoração?

 

Seguem algumas dicas sobre o tema:

 

Onde assistir aos jogos: muitas vezes reunir os amigos em casa e fazer a famosa 'vaquinha' para comprar comidas e bebidas é muito econômico, mas, seja anfitrião consciente;

 

Caso vá a um bar ou restaurante, se preocupe em saber os preços dos produtos, e se não existe taxa de entrada, muitas vezes os sustos nessa hora são grande;

 

É realmente necessária uma televisão nova para assistir aos jogos só porque o seu valor, acrescido do juros, podem ser pagos até a copa de 2014?

 

Cuidado você pode estar levando uma TV e pagando duas; Uniformes oficiais custam mais dinheiro, por isso lembre-se que é muito mais econômico utilizar as roupas que você já possui com as cores do Brasil, para torcer o que importa é a emoção e não os objetos;

 

Lembre-se de que a Copa do Mundo é um evento e o marketing publicitário utilizará para levá-lo a consumir, consuma conscientemente!Cuidado com seus compromissos profissionais, não vale apenas perder fontes de renda por causa de jogos.

 

Tome cuidado com bombas, fogos é prejudicial a saúde física e também a saúde financeira;Corneta, bandeiras, batuques são legais, mas não necessariamente tudo junto, assim, se cada um da turma comprar uma peça o custo será menor para todos;

 

Os jogos são motivos para distração e não para tomar todas, isso pode ocasionar a ressaca física e a financeira com as contas;Aparelhos novos como celulares, MP7, dentre outros não são necessários nesse momento, eles devem ser adquiridos na medida que realmente se fazem necessários;

 

Lembre-se, torcer não custa nada!

 

Reinaldo Domingos – Educador e Terapeuta financeiro. Também é autor do livro "Terapia Financeira" - (Editora Gente), e criador da Metodologia DiSOP – Educação Financeira - Presidente do DiSOP Instituto de Educação Financeira 



Tags: Copa dica dívida educação financeira

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração