Mais comentada

Microsoft e Magazine Luiza unem-se para a venda de PCs

A Microsoft Brasil fechou um acordo com o Magazine Luiza para a comercialização dos microcomputadores de marca própria da rede varejista - o Micro Luiza – com o sistema operacional Windows XP pré-instalado.

Ricardo Cesar, IDG Now,
A Microsoft Brasil fechou um acordo com o Magazine Luiza para a comercialização dos microcomputadores de marca própria da rede varejista - o Micro Luiza – com o sistema operacional Windows XP pré-instalado.

O Magazine Luiza comercializa PCs com marca própria há cerca de dois anos, mas anteriormente as máquinas eram vendidas com o sistema operacional Linux.

O diretor de vendas e marketing da varejista, Frederico Rodrigues, explica que a opção pela plataforma Microsoft ocorreu devido à solicitação dos próprios clientes, que estão acostumados com a plataforma Windows e com os aplicativos Office.

“Alguns clientes não queriam Linux porque não sabem como utilizar e não encontravam quem os ensinasse”, afirma Rodrigues. Mesmo assim, a venda de máquinas com Linux não será descontinuada, embora de agora em diante toda a ênfase esteja na plataforma Microsoft.

O Magazine Luiza não revela a quantidade de PCs que comercializa, mas a Insigne, empresa nacional especializada na oferta de Linux para desktops que entre novembro de 2002 e dezembro de 2003 provia os sistemas operacionais dos Micro Luiza, afirma que forneceu Linux para cerca de 30 mil máquinas neste período.

O diretor de negócios estratégicos da Insigne, João Pereira da Silva Jr., alega não saber os motivos que levaram o Magazine Luiza a abandonar a prioridade em Linux.

“Desconheço qualquer problema no período em que utilizaram Linux da Insigne”, diz. “Mas a Microsoft fez uma investida no nível da presidência e conseguiu fechar acordo. Não sei o que eles ofereceram.”

Rodrigues afirma que a meta do Magazine é elevar o faturamento do setor de informática de R$ 28 milhões em 2003 para R$ 85 milhões este ano. Quase 70% desse faturamento é gerado pela venda de PCs. Desde que a parceria com a Microsoft estreou, há 15 dias, foram vendidas 1.500 máquinas.

O preço de um PC com configuração básica fica entre R$ 2,1 mil e R$ 2,2 mil. O custo de uma máquina com Windows é cerca de R$ 100 maior do que o de uma máquina com Linux, mas Rodrigues destaca que não adianta vender algo mais barato que o cliente não deseja comprar.

Canal para o microempresário

Para a Microsoft, um dos grandes atrativos da parceria é utilizar o Magazine como um novo canal para atingir o pequeno e micro empresário – um cliente prioritário para a companhia. O Magazine Luiza possui um banco de dados com mais de 4 milhões de clientes, dos quais cerca de 200 mil são pequenas empresas.

“Em mais de 60% dos casos, o microempresário vai ao varejo para comprar produtos de informática”, diz Cristina Nogueira, diretora comercial da Microsoft Brasil. “É a primeira vez que fazemos uma parceria com um varejista que é dono da marca e que também é responsável pela produção.”

Cristina explica que não se trata apenas de vender produtos, mas de criar um modelo de atendimento adequado a dois públicos: os pequenos empresários e os consumidores de baixa renda a que o Magazine Luiza tem acesso. Para isso, a Microsoft investirá em treinamento de vendedores e a rede varejista criará um “Espaço para o Micro e Pequeno Empresário” nas lojas a partir do próximo trimestre.

Além disso, as duas empresas estão em contato com instituições de ensino como o Senac para oferecer cursos de informática aos clientes do Magazine Luiza e estudam opções de financiamento para incentivar as vendas, embora em ambos os casos nada tenha sido definido até agora. “Cada vez mais a Microsoft busca parceiros que trazem serviços e valor para o cliente”, diz Cristina.

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores


Vagas de trabalho