Startup paraibana ajuda atletas brasileiros na busca por patrocínio

Atletas Brasil permite que esportistas amadores e profissionais criem suas páginas oficiais e tenham diferentes formas de conseguir patrocinadores e fazer divulgação de seus trabalhos

Redação, www.administradores.com,
Reprodução
Na plataforma, atletas podem criar suas próprias páginas

Atletas amadores e profissionais de todo o país têm agora a oportunidade de buscar patrocínio e divulgar seu trabalho através da plataforma virtual Atletas Brasil. Lançada na semana passada, a ferramenta faz parte do programa StartPB do Sebrae Paraíba, que tem como objetivo estruturar projetos e deixá-los prontos para crescer e ganhar mercado.

De acordo com o diretor executivo do Atletas Brasil, Fábio Bandeira de Mello, que também integra a equipe do Administradores.com, como editor da revista Administradores, a plataforma surgiu da constatação de que  apenas times de elite do futebol brasileiro e atletas extremamente renomados possuem espaço na mídia e conseguem apoio.

“Uma pesquisa feita pelo canal Atletas Brasil com mais de uma centena de esportistas amadores e profissionais verificou que 70% deles possuem dificuldade em conseguir divulgação e 92% relataram problemas para obter patrocínio”, disse Fábio.
 
O diretor executivo ainda ressaltou que este problema também atinge atletas de ponta. “Recentemente, a saltadora Maurren Maggi, que já foi ouro olímpico, utilizou uma plataforma de financiamento colaborativo com seus fãs para ajudar nos custos visando as Olimpíadas no Rio em 2016. Poucas pessoas sabem também que estamos tendo no Brasil o Mundial de Handebol de Areia, com mais de 20 países envolvidos. Fora tantas outras ocorrências”, reforçou.
 
Na plataforma, o atleta pode ter sua própria página oficial, com seus dados, histórico, fotos, vídeos, título, links de matérias na imprensa, entre outros, e ainda se cadastrar em, pelo menos, três diferentes formas para obter apoio financeiro e patrocínio. Uma delas é o botão patrocinar nas páginas dos perfis, onde empresas, familiares, amigos e apaixonados por esporte podem contribuir com o atleta de sua escolha. A outra forma é a Loja participativa, em que uma porcentagem do valor da venda de qualquer produto da loja Atletas Brasil é revertida ao atleta informado pelo comprador.
 
E a terceira, que ainda será lançada, é o Financiamento coletivo esportivo. Nele, os atletas poderão expor projetos específicos e a necessidade financeira para implementá-lo (participar de competição, conseguir equipamentos para o treino ou outro) e poderão receber colaborações dos internautas. O atleta, por sua vez, dará uma contrapartida, que pode ser um agradecimento, um dia de treinamento ou outra forma criativa de agradecer aos seus patrocinadores.
 
A gestora do projeto StartPB, Danyele Raposo, disse que a plataforma passou por um processo de melhoria, através de um conjunto de ações, como capacitações e consultorias de gestão, de tecnologia e de acesso a mercado. “Hoje o Atletas Brasil entra no mercado com uma estrutura desenvolvida de negócio”, disse a gestora.
 
Canal irá aproximar as empresas - Outra grande novidade que promete transformar a vida do esportista será a aproximação direta que com as empresas através da Lei de Incentivo ao Esporte. Pessoas físicas e jurídicas podem investir até 6% do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte.
 
Apesar dessa Lei ser muito vantajosa para a organização, um pouco mais de mil empresas – de um universo de seis milhões – a utilizam. Para a atleta e administradora Simone Donata, uma das fundadoras do Atletas Brasil, essas organizações podiam utilizar uma quantia que já iria para o governo em forma de imposto, no fomento aos atletas e conjuntamente em seu marketing. “A grande maioria não faz por desconhecimento e pela burocracia que esse procedimento leva. O Atletas Brasil fará todo esse acompanhamento e consultoria para que muitas outras empresas e atletas aproveitem esse benefício” , destacou a atleta.
 
Sobre o Atletas Brasil - O Atletas Brasil é uma startup fundada em 2014 pela união de quatro apaixonados por esporte: Simone Donata (administradora e atleta da Seleção Brasileira de Beach Handball), Fábio Bandeira (jornalista esportivo e empresário), Júnior Cruz (especialista em web e novas tecnologias) e João Cleyton (programador).
 
O projeto faz parte do Programa StartPB, programa de capacitação realizado pelo Sebrae Paraíba, ficou em 3º lugar no Sebrae Startup Day PB, um dos principais eventos da região para demonstração de novos empreendimentos e também um dos selecionados do Demo Brasil Nordeste - principal palco do país voltado ao empreendedorismo e ao lançamento de inovações tecnológicas.

 




Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração