Tecnologia: quando a economia pode resultar em prejuízo

Sem o investimento correto os prejuízos podem ser altos e acabar por gerar demissões, perda de capital, e em alguns casos, até a quebra da empresa

Fernando Henrique Feitosa, Administradores.com,
iStock

Para que serve o backup na nuvem? Você precisa disso ou é só mais uma modinha inventada pelas empresas para vender um novo produto? A utilização de computação na nuvem, refere-se à utilização de computadores que estão alocados em um local físico, no entanto o usuário irá somente ter acesso aos recursos disponibilizados por meio de internet. Elas armazenam tudo, como registros pessoais, informações empresariais, sistemas, backup e tudo o que antes poderia ser apenas armazenado em locais físicos.

Muitas empresas contam com o serviço de alta disponibilidade, mas quando questionadas sobre backup ou recuperação de dados, a resposta é sempre muito vaga. Na verdade, como sabemos, existem diversas possibilidades que podem levar as suas informações por água abaixo em milésimos de segundo e não se pode desconsiderar isso. Ter um backup, na teoria, seria o suficiente para você recuperar o seu banco de dados, mas o mesmo precisa ser encontrado íntegro. Utilizando a nuvem, é possível contar com soluções de recuperação e até mesmo servidores distintos que possam receber esses arquivos e aplicar em um servidor secundário, mantendo assim uma cópia do ambiente em outra área sem a necessidade de compra e configuração de uma nova estrutura.

É comum vermos empresas que querem “economizar” acreditando que algo assim nunca irá ocorrer. Porém, quando ocorre, os prejuízos são altos e em sua maioria acabam por gerar demissões, perda de capital e, em alguns casos, até a quebra da empresa. Sendo assim, o valor a ser pago pelo serviço não deve ser levado em consideração somente em serviço.

A utilização de computação na nuvem veio para facilitar e, na maioria dos casos, para reduzir custos nas empresas e na mão de obra para gerenciamento. Cada vez mais é utilizada e a tendência é que, em um futuro próximo, tudo esteja centralizado na nuvem. Infelizmente um dos pontos negativos das soluções de nuvem no Brasil ainda é a internet. Porém, a cada dia podemos notar que os benefícios são muito maiores e que, sim, devemos avaliar a utilização da nuvem de acordo com o ambiente e com os planos de migração e redução de custos.

Fernando Henrique Feitosa - Executivo da DBACorp (www.dbacorp.com.br)


Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração